Avançar para o conteúdo principal

Equipe

Sid
O começo: A primeira HQ que eu li que realmente me marcou foi a Superboy 9 onde eu vi o (Lanterna Verde) Kyle Rayner lutando contra o Parallax (Hal Jordan).
Eu não entendia absolutamente nada na época, só pirava nos desenhos e lia a história sem conseguir me aprofundar. Muitos anos depois, com Batman Begins, eu me interessei de novo por comics e comprei especiais do Batman.
Então tive o contato com a incrível saga: Crise Nas Infinitas Terras. Minha cabeça mudou e eu estava completamente apaixonado por comics.
Pouco tempo depois eu colecionava tudo que era lançado da DC Comics.
Mas as HQ's que posso considerar pedras fundamentais na minha paixão por esse mundo são: Preacher, Watchmen e Loki.
Também sou grande fã de Vertigo e acompanho algumas poucas coisas (especiais e sagas) da Marvel.
Cinco Heróis Favoritos: Kyle Rayner (Lanterna Verde),Bruce Wayne (Batman) ,Lobo (O Maioral), John Constantine, Frank Castle (Justiceiro).


Rodrigo Cuba
O reinício: Comecei lendo mangás, fui da geração dos animes e tal, sempre achei quadrinhos meio coisa de maluco, só até ver que maluco mesmo são os japoneses.
Minhas primeiras comics foram bem aleatórias, ia na banca com o meu pai e comprava a que tivesse a capa mais bonita e pelo que me lembro foi alguma da Marvel, o que é uma vergonha já que eu sou um fanboy assumido da maravilhosa DC.
Se não me engano fui começar a ler logo no tempo da Crise Infinita e como eu peguei aquilo no meio, não entendi porcaria nenhuma, comecei a comprar tudo o que achava pela frente pra entender direitinho o que aconteceu, tava acontecendo e ia acontecer. Fiquei perplexo com a morte de Ted Kord e entrei de cabeça no Multiverso DC.
Quilos e quilos de quadrinho foram sendo comprados até que em uma prateleira jazia DC: A Nova Fronteira de Darwin Cooke, a apresentação dos personagens e a formação dos laços naquele traço simples e lindo me deixou maluco.
O tempo foi passando, as comics importantes foram lidas, o status de geek foi crescendo e o amor pela família Flash cresceu junto, só o 'desgosto' pela Marvel que ficou na mesma.
Com Flash: Renascimento, Wally West, meu herói favorito foi meio que desconsiderado e ficou no pano de fundo, mas o pior foi que já se passaram nove meses e nada dele nas Novas 52.
Fui construindo uma enorme pilha de quadrinhos e lendo de tudo desde então, tudo bem que eu ainda leio aquelas maluquísses japonesas mas o que importa é a diversão.
Cinco heróis favoritos: Wally West (The Flash), Arthur Curry (Aquaman), Mogo (um Lanterna-Verde), Michael John Carter (Gladiador Dourado) e Beatriz Bonilla da Costa (Fogo).
E eu gosto mesmo do Gladiador Dourado, fodam-se os haters! HAHAHAHAHA


Alex Jacket

O fim: Lembro da minha mãe dando dinheiro para mim e para minha irmã e falando pra não comprar nada violento na banca ou algo que fosse 14+. Nunca levei isso a sério e provavelmente por isso que adoro tanto a DC Hoje em dia. Acho que a primeira coisa que eu li foi algo entre Hellblazer (algum volume aleatório que tivesse alguma capa legal) e Blade - a lâmina do imortal (mangá). Não levava essas coisas muito a sério mas gostava de ir comprando e vendo as páginas coloridas cheias de balões com palavras em negrito, ou desenhos em preto e branco com bastante sangue. E acho que, de pouco em pouco, fui me vendo cada vez mais maravilhado com quadrinhos em geral, assim como de mangás e jogos baseados em ambos. Com o passar do tempo, acabei lendo os principais títulos da Vertigo e me apaixonando por eles, tipo Orquídea Negra, Sandman, Watchmen, V for Vendetta, Livros de Magia, Y e entre outras coisas. Dai foi indo, um bom tempo depois um amigo meu (cof Cuba cof) me apresentou boa parte do multiverso DC e me indicou o que eu precisava ler para entender alguma parte dele, passei a adorar Lanterna Verde, Besouro Azul, Arqueiro Verde e Flash.

Cinco heróis favoritos: Kyle Rayner (Lanterna Verde), John Constantine, Alec Holland (Monstro do Pântano), Dick Grayson (Robin/Asa Noturna) e Arthur Curry (Aquaman).



Ricardo 'Kyo' Syozi

O retorno: Lembro quando eu tinha oito aninhos e fui levado pela primeira vez ao cinema por meu pai. O filme: Batman Returns de Tim Burton. 
Pronto!
Estava apaixonado pelo maior herói de todos os tempos e já estava com um pé na maior empresa de comics de todas: a DC. A partir daí foi tão fácil. Todos os meses eu seguia até a banca de jornal e comprava tudo o que eu podia de Wayne, Kent, Prince, Jordan. Tentei desenhar, mas aprendi que só com vontade não é o suficiente. Me faltava talento com o lápis. Desta forma segui para o que eu considerava "mais fácil": o texto. Estudei roteiro e textos dissertativos, e sem querer me tornei redator e jornalista.
Hoje sou apenas um fã apaixonado e tenho em casa o que considero as maiores histórias já contadas: Watchmen, Piada Mortal e V De Vingança. um dia ainda quero ganhar meu super poder, por isso fico passeando perto de usinas radioativas.


Cinco heróis favoritos: Bruce Wayne, Diana Prince, Kal-El, Hal Jordan e Sr. Fantástico.

Proposta:

A proposta do nosso blog é realizar críticas e análises de qualidade de todo o universo de comics.
Iniciaremos com cobertura crítica completa da DC e "Os Novos 52".
Teremos análises periódicas de sagas e obras consagradas tanto da DC/Vertigo como de outras editoras.

Em um futuro provável e próximo devemos expandir nossa cobertura de críticas com novos membros e ter mais análises de HQ's independentes.

Este é um blog feito de fãs de comics para fãs de comics.
Esperamos que gostem.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sweet Tooth #02

Estava bastante ansioso para saber o que sairia desta HQ no segundo episódio. A primeira edição foi boa, e poderia esperar tanto uma estagnação da história, como uma reviravolta. Felizmente, o melhor aconteceu.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.