Avançar para o conteúdo principal

Gal Gadot, as amazonas e a exploração das mulheres no DCEU

Nos últimos meses, dezenas de mulheres e homens vêm denunciando assédios sexuais, abusos e outros incidentes sofridos nas mãos de diretores, produtores, atores e poderosos de Hollywood. Alguns dos relatos datam de décadas atrás enquanto outros são bastante recentes. Num dos casos que chamou a atenção da mídia, o produtor e diretor Brett Ratner, responsável por obras como O regresso e X-Men: O Confronto Final, e mais recentemente, Mulher- Maravilha, foi acusado por seis mulheres de assédio sexual. Entre as vítimas estão as atrizes Olivia Munn e Natasha Henstridge, que detalharam suas experiências com Ratner ao "Los Angeles Times". 

Segundo Olivia, Ratner teria se masturbado em sua frente no set de gravações do filme Before, During and After the Sunset, de 2005. Em 2010, ela já havia citado o caso, mas não revelou o nome de Ratner. Já Natasha afirmou que o produtor, de 48 anos, a teria forçado a fazer sexo oral. Na época, ela tinha 19 e trabalhava como modelo. Ciente das violações cometidas por Ratner, Gal Gadot, intérprete da Mulher-Maravilha nos cinemas, disse que não voltará a viver a heroína caso a Warner Bros. não corte laços definitivos com o produtor.

De acordo com  o site "Page Six", a atriz deixará a produção do novo filme da Mulher-Maravilha, previsto para ser lançado em dezembro de 2019 nos EUA, caso o produtor esteja envolvido de alguma maneira no projeto. A ameaça feita a Warner deixa o estúdio em uma situação complicada, pois o contrato de Ratner só terminará em 2018, ano em que o novo filme começa a ser gravado. E a provável saída de Gal é só mais um dos problemas que a Warner terá de enfrentar, especialmente no que tange o tratamento dado às mulheres nos filmes do estúdio.

Não é segredo para ninguém que Mulher-Maravilha foi um grande sucesso para a Warner. Com uma renda bruta de mais de 800 milhões de dólares em todo o mundo e uma pontuação final de 92% no Rotten Tomatoes, o filme deu vida nova ao universo cinematográfico DC. A representação não objetificada das personagens femininas do filme, incluindo as técnicas de luta e a cultura das amazonas, foram algumas das coisas que os fãs mais gostaram no filme. É por isso que o diretor Zack Snyder causou um alvoroço (justificado) nas mídias sociais quando ele começou a compartilhar fotos das amazonas de Liga da Justiça em biquínis de couro.

Essa mudança abrupta de direção é um choque e essas roupas se parecem com mulheres bárbaras aleatórias de um jogo de Dungeons and Dragons. Os trajes perderam completamente seu estilo único inspirado nas armaduras greco-romanas que Lindy Hemming criou após extensa pesquisa histórica para Mulher-Maravilha. Os figurinos do filme inclusive chegaram a receber elogios de fãs e de críticos de cinema por serem claramente inspirados nas origens das amazonas no Mediterrâneo e eram femininos, mas muito funcionais. Por que mexer com a perfeição?

Oh, certo. A equipe masculina de produtores e diretores executivos queria que as mulheres lutassem em biquínis.

As filmagens de Mulher-Maravilha começaram em 2015, um ano antes de Liga da Justiça começar a ser filmado em 2016. O design das amazonas foi finalizado e a maioria dos trajes foi concluída enquanto Liga da Justiça ainda estava em fase de pré-produção. Isso significa que houve discussões sobre o que as amazonas deveriam usar na Liga da Justiça e os projetos épicos de Mulher-Maravilha foram rejeitados em favor dos biquínis de couro. SIM! ISSO NÃO É BRINCADEIRA. Eles rejeitaram os trajes já terminados para redesenhar e refazer a armadura para que mais pele apareça.

Está se sentindo desconfortável? Você deveria estar. Não se trata de uma nova fórmula para quadrinhos, filmes ou programas de TV. Todos esses campos são dominados por homens brancos e suas criações refletem seus próprios ideais. As mulheres em filmes são quatro vezes mais propensas a aparecerem em roupas sexy e  tem três vezes mais chances de estarem cenas de nudez parcial ou total. A guerreira feminino ideal de Zack Snyder e de Joss Whedon usa o mesmo modelo de  roupas que uma modelo da Victoria's Secret usa na passarela. Isso não é uma forma de empoderar as mulheres ou de dizer que elas podem lutar e derrotar seus inimigos em roupas mínimas. Isso é apenas decepcionante e insultante em 2017.


-
Fontes:


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: