Avançar para o conteúdo principal

[Análise] Samurai Jack S5 E01: XCII


Samurai Jack voltou! Provavelmente a série animada ocidental mais esperada dos últimos tempos; o guerreiro do passado faz sua estreia fenomenal no Adult Swim, marcando não somente o retorno de um dos maiores ícones do Cartoon Network mas também do diretor Genndy Tartakosvky à TV. Vem ver o que achamos do episódio!

De volta ao passado: Samurai Jack
Quando a série, lá em 2004, acabou; em Jack and the Baby (o episódio 52, LII); aqui, passaram-se cinquenta anos. Inclusive na numeração do episódio pela equipe de produção: a animação marca o seu retorno no episódio XCII (92). Muito aconteceu nesse meio tempo e, por mais que não nos seja mostrado, o episódio trata de nos entregar algumas respostas.

Sem sua espada e perdendo as esperanças em algum dia voltar para o passado e derrotar Aku; Jack prossegue sua caminhada tentando impedir o mundo dos maus que outrora quase foram derrotados, enquanto tenta voltar à seu tempo. Entretanto; presente, passado e futuro estão destruídos pelo Grande Mal.

O maior acerto vem em duas frentes: além de uma arte fantástica e uma animação impecável, marcadas por um tom mais sóbrio e com mais liberdade de criação; a quinta temporada é um início agradável para quem nunca assistiu a série: o que é importante é relembrado, entretanto, somos bombardeados também de coisas novas.

O Retorno do Rei
Por anos, Genndy Tartakovsky esteve longe da TV. Com seus recentes filmes Hotel Transilvânia 1 e 2; o pai de Laboratório de Dexter e Star Wars: The Clone Wars (o 2D!) não trabalhava nas telinhas desde o episódio piloto de Steven Universo, no qual ele dirigiu.

O tom de Samurai Jack mudou tal como a forma de trabalho de Genndy. Mais centrado em personagens e com menos ênfase para o ambiente, é impressionante como a subjetividade apresentada em XCII consegue conquistar qualquer um: Jack não está bem. Tem algo dando errado, e isso vai chegar eventualmente. É um caminho que promete ser tortuoso e complicado - provavelmente a maior aventura já vista no desenho.

Uma Nova Esperança?
Diferente daquilo que acontecia no Cartoon Network - era uma série mais centrada exclusivamente em Jack e Aku - a quinta temporada aposta em novos personagens e twists para a fórmula que tínhamos no passado. Provavelmente veremos novas antagonistas na série: as sete filhas de Aku. Entretanto, Ashi, uma delas (e a única a ser nomeada) flerta com um mundo que não é o que estão tentando fazer ela engolir, por mais que a pequena guerreira tenha sido forjada no ódio e vingança, será que ela caminhará para o caminho da luz?

A série provavelmente vai apostar em duas "frentes", de um lado, as Filhas de Aku, do outro, as aventuras de Jack. É impactante a sensação de melancolia e solidão que estamos enfrentando, e a liberdade criativa proporcionada pela Adult Swim mostra que veremos uma animação mais brutal e sanguinária do que estávamos acostumados.

Veredito
É inegável o impacto que Samurai Jack fez no início do século. Uma legião de animadores fora criada, e uma nova forma de se contar histórias, também. O retorno da série não cai na mesmice, nos apresenta novidades - sagazes e desafiadoras. A obra questiona a si mesma e cria em quem assiste uma vontade inegável de continuar acompanhando as aventuras do Samurai do Passado. Genndy acertou de novo.
Nota: 10
***
Resenha feita por Alex Jacket, autor da coluna O Limite. Que tal dar uma olhada no texto Em homenagem a Genndy Tartakovsky? Se você gosta de Samurai Jack, vai adorar conhecer mais sobre seu criador!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: