Avançar para o conteúdo principal

DC Rebirth Julho - Primeira Semana - Análises

O segundo mês do Rebirth começa com tudo! Mortes, famílias em perigo, o mundo sendo salvo e explosões de mega construções, tem de tudo um pouco. Aquaman e Arraia se enfrentam mais uma vez, os novos supers de Gotham começam a agir com o Cruzado encapuzado e muito mais, veja o que achamos dessa primeira semana de Julho/2016!


Aquaman #2 por Dan Abnett, Scot Eaton, Wayne Faucher e Gabe Eltaeb.
Cuba: Os planos de Arthur para que terra e mar se conheçam melhor está ficando cada vez mais difícil, porém, parece que o ciclo de vingança entre ele e Arraia Negra pode ter chego a um fim e uma nova ameaça se aproxima. Apesar de uma segunda edição, essa primeira aventura já se encerra com o roteiro redondo de Abnett.

Batman #2 por Tom King, David Finch, Matt Banning & Danny Miki e Jordie Bellaire.
Cuba: O Batman voltou e quer se acostumar aos novos super-heróis de Gotham. Apesar da arte de Finch, onde todo mundo é igual, principalmente os rosto masculinos, ele consegue passar uma movimentação agradável ao quadrinho. Junto do roteiro de King, que faz o leitor se perder de um jeito que não vê a revista passando, até que acaba e te deixa com a gostosa curiosidade do que a próxima edição te reserva.

Arqueiro Verde #2 por Benjamin Percy, Otto Schmidt e Nate Piekos.
Cuba: Oliver está morto e Diggle está nos quadrinhos! E bem, o Arqueiro continua vivo. Oliver tomou um daqueles belos golpes onde o mocinho rico é 'morto' e fica sem um tostão furado, logo em sua segunda edição, a revista ainda segue lenta para seu primeiro arco, Dinah e Oliver estão separados, mas atrás do mesmo objetivo. A arte continua fenomenal, Schmidt continua a mostrar a Canário de um jeito não tão legal, mas passa uma movimentação muito boa com seus traços.

Liga da Justiça: Rebirth #1 por Bryan Hitch, Daniel Henriques & Scott Hanna e Alex Sinclair.
Cuba: Depois de atrasos na outra revista da Liga, do próprio Hitch, ele mesmo volta com uma nova, pelo selo do Rebirth. Com uma nova aventura e ainda trabalhando no 'mistério' do novo Superman, a Liga simplesmente faz seu trabalho. Uma edição bem simples, contou mais como uma propaganda da Liga da Justiça e o que seus integrantes podem fazer.

Superman #2 por Peter J. Tomasi & Patrick Gleason, Mick Gray e John Kalisz.
Cuba: Tomasi e Gleason conseguem criar e continuar com uma história cativante da família Smith, melhor dizendo, família El, em sua nova vida nessa nova Terra. A química entre Clark e seu filho é uma cosia magnífica de ler, ainda mais com a arte de Patrick, que sempre passa um sentimento a mais a cada construção de quadro. A exploração desses laços familiares também é o que trará o novo vilão as próximas páginas da revista.

Análises escritas por Rodrigo Castello, o Cuba, redator da coluna Primeira Edição.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: