Avançar para o conteúdo principal

Artistas criam obra em memória as vítimas de Orlando

A comunidade de artistas está se juntando para publicar um livro em memória das vítimas do tiroteio em Orlando, onde um homem entrou numa boate lgbt Pulse e começou a efetuar disparos nos frequentadores. A publicação está agendada para dezembro desse ano.


"Love is Love" ou, "Amor é amor", em tradução livre, será um quadrinho de 144 páginas, publicado pelas editoras IDW e DC Comics, onde o rendimento irá para o Equality Florida e seu fundo de ajuda as vítimas do ataque de 12 de junho de 2016.

O organizador do projeto é Marc Andreyko, gay, escritor e roteirista, conhecido por sua obra em Manhunter e diversas outras publicações. "Eu sou uma criança dos anos 80, cresci com We Are the World e Live Aid.", disse Marc. "Eventos como esse não deveriam ser guardados, eles deveriam doer e nós devíamos querer mudar para melhor."

A coletânea custará 9,99 dólares, com mais de 100 histórias, com uma ou duas páginas cada, de criadores como Damon Lindelof, Patton Oswalt, Phil Jimenez e Olivier Coipel. Andreyko ainda disse que, propositalmente, pediu por histórias curtas, para que as pessoas se empenhassem. Ele também ficou um tempo juntando autores, pensando em quem ficaria melhor com quem.


A capa, já escolhida, estrelando uma de suas principais personagens LGBT, a Batwoman, também conhecida como Kate Kaner, traz o traço do brasileiro Rafael Albuquerque. 

Publicado por: Rodrigo Castello.
Fonte: NY Times

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: