Avançar para o conteúdo principal

DC Rebirth Junho - Terceira Semana - Análises

A terceira semana de junho continua com as publicações de Rebirth e traz as primeiras edições das revistas com nova numeração, Batman, Arqueiro Verde, Lanternas Verdes e Superman, enquanto os Titãs são reintroduzidos e a Liga inclui uma nova história, veja o que achamos!



Batman #1 por Tom King, David Finch, Matt Banning e Jordie Bellaire.
Cuba: Vamos relevar que Finch volta a desenhar o maior detetive do mundo e comemorar o fato de que Tom King, o novo roteirista, é um real ex-agente da CIA, o que pode trazer uma background incrível para a série. Em sua primeira edição ele já da um baile de roteiro e introduz duas novas personagens ao panteão de Gotham City. King não deixa nem um pouco a desejar, fazendo com que o leitor se sinta em casa ao ler Batman, colocando todos os detalhes mais conhecidos de Bruce, Gordon e Alfred, incluindo uma conversa emocionante e, até perceber o que está acontecendo, um pouco assustadora.

Arqueiro Verde #1 por Benjamin Percy e Otto Schmidt.
Cuba: Podemosk ver um certo empoderamento feminino no roteiro de Percy, mas os desenhos de Schmidt ainda focam em ângulos ruins e poses nada anatômicas. Mas uma coisa ele faz certo, politicando cada vez mais as falas de Oliver, trazendo de volta o legado totalmente perdido nos Novos 52, quando o Arqueiro virou o mauricinho desajeitado, antes de passar pelas hábeis mãos de Sorrentino. É incrível como a relação entre Oliver e Diana volta como se nada tivesse acontecido, os dois combinam tão bem que é difícil não dar certo na história.
Mas do mesmo jeito que ele agrada com memórias e boas imagens, o roteiro explode de uma maneira espetacular, do jeito que o fã do Arqueiro gosta, com uma bela emboscada.

Lanternas Verdes #1 por Sam Humphries, Robson Rocha, Jay Leisten e Blond.
Cuba: Humphries faz um bom trabalho reintroduzindo a essência da Tropa Vermelha, ligando seus interesses e os tornando o provável primeiro vilão da dupla de novatos Jessica e Baz, que ainda não estão nem perto de saber trabalhar juntos, mas a vida de cada um é muito bem explorada no decorrer da revista. Mais uma saga épica parece se formar no meio dos Lanternas Verdes. Dessa vez a revista toda tem os traços de Rocha, que mantém uma qualidade alta com as excentricidades cósmicas do título.

Liga da Justiça #51 por Dan Abnett, Paul Pelletier, Sandra Hope e Adriano Lucas.
Cuba: Saindo da narrativa da Darkseid War, a revista entra em uma nova aventura, pouco tempo depois do próprio Darkseid ter invadido pela primeira vez a Terra-Prime, a reunião inicial da Liga nos Novos 52. Dando base para uma nova ameaça ao universo e migrando para outra revista, essa edição parece mais um fill-in de excelente qualidade, ainda mais por mostrar características bem marcantes de cada integrante da Liga.

Superman #1 por Peter J. Tomasi & Patrick Gleason, Mick Gray e John Kalisz.
Cuba: Tomasi e Gleason juntos é uma clara receita para o sucesso e é exatamente isso o que acontece, o leitor não consegue tirar os olhos da página até que ela simplesmente acaba, deixando aquele famoso gosto de quero mais. O roteiro da dupla flui de uma maneira inexplicável, ainda mais com os desenhos de Gleason, passando uma emoção incrível com os olhares das persoangens e seu jogo de luz e sombra. As cores de Kalisz ainda trabalham muito bem com o preto, arte-finalizado por Gray. Uma revista incrível.

Titãs: Renascimento #1 por Dan Abnett, Brett Booth, Norm Rapmund e Andrew Dathouse.
Cuba: Mais uma continuação direta de DC's Universe Rebirth #1, Wally foi atrás dos Titãs para tentar recuperar suas memórias. Juntando com os eventos de Caça aos Titãs, a revista não apresenta muita coisa além do reencontro, trazendo a memória favorita de cada integrante do grupo que envolvia Wally. Mesmo com a arte de Booth que não liga para anatomia humana, essa edição consegue trazer alguma satisfação ao leitor.

Análises escritas por Rodrigo Castello, o Cuba.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: