Avançar para o conteúdo principal

Chiaroscuro afasta artista por comentários de estupro

Com o desenrolar da atual situação brasileira, muitas pessoas pensam que fazer discurso de ódio é ter liberdade de expressão. Pois bem, não é a mesma coisa. Com as notícias do estupro que ocorreu no Rio de Janeiro, o artista brasileiro Allan Goldman resolveu comentar sobre:

Estuprada por mais de 30 homens, com um deles filmando pra depois postar o vídeo na internet, o pavoroso caso rendeu uma grande discussão no país e, claro, não haveria de ser diferente, pessoas atacaram a vítima. Goldman foi um deles, com sua foto de perfil apoiando o político extremista Jair Bolsonaro, resolveu propagar um pouco de ódio em sua página pessoal:

“O que acontece se os 30 estupradores da menina alegaram que são mulheres? Segundo a ideologia de gênero dos esquerdistas, uma pessoa é o que sente, e sua biologia não importa. Como a Justiça irá julgar o caso de uma mulher que foi violentada por 30 outras mulheres?”

Com muita reclamação e indignação das mulheres sobre o jeito que Goldman tratou o assunto, um tempo depois, a Chiaroscuro Studios, empresa que agencia artistas brasileiros para trabalhos em editoras internacionais, como DC Comics e Marvel, encerraram seu contrato com o dito artista e expuseram a seguinte nota oficial:



O Crise e nenhum de seus integrantes apoia qualquer tipo de descriminação, preconceito, discurso de ódio ou qualquer coisa que prejudique a integridade humana. Estupro não é, nunca foi e nunca será culpa da vítima. Nossos forças se direcionam a vítima desse episódio.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: