Avançar para o conteúdo principal

O Limite: Em homenagem a Genndy Tartakovsky


Estamos, hoje, em um novo momento da animação ocidental. Os desenhos finalmente voltaram a ser relevantes. Gravity Falls, Steven Universo, Hora da Aventura, Gumball, Apenas um Show, Irmão do Jorel... A lista vai seguindo; com novos nomes e respeitáveis inéditas obras. Muitos, porém, ainda são órfãos dos clássicos dos anos noventa - mas será que conhecem a mente por traz de tanta coisa boa que fechou o século vinte e inaugurou os anos 2000?


Toda criança gosta de assistir desenho, certo? E muita coisa que a gente assistia quando era menor influenciou em nossos gostos, desejos e atitudes de hoje em dia. A década de noventa foi marcada por desenhos mais socialmente engajados que no passado; conseguindo ter um público mais abrangente e entregar coisas mais legais, ajudando na formação de muita gente.

Desenhos como laboratório de Dexter, Meninas Superpoderosas e Samurai Jack; por exemplo. Obras extremamente diferentes entre si, seja em arte ou mensagem, mas que miravam uma juventude que, eventualmente, cresceria melhor. Eram animações que pais gostavam de deixar os filhos assistir e crianças corriam atrás dos canais da TV - aberta ou fechada - passando pente fino para achar aonde quer que houvesse cartoons para assistir.

Tudo isso que eu mencionei anteriormente tem um elo em comum: Genndy Tartakovsky. O animador russo começou na clássica Hannah-Barbera; mas seu trabalho fora tão diferenciado que até mesmo grandes nomes do cinema, como George Lucas, se interessaram por ele. O artista não tem um portfólio tão grande quanto outros gênios da animação, tipo o Bruce Timm, mas a qualidade de seu trabalho é inegável.

Com 12 nomeações e 3 vitórias no prêmio Emmy; o ícone da cultura pop tem seu dedo em algumas da principais obras do Cartoon Network, e com certeza marcou a infância de muita criança ao redor do mundo.

O Laboratório de Dexter
Foi o primeiro desenho criado e dirigido por Tartakovsky. Mesmo longe de ter sido o início de sua carreira como animador; o laboratório fora um marco não só na carreira do russo, mas também do Cartoon Network e da animação ocidental em geral.

O primeiro dos "cartoon cartoons'; a série de quatro temporadas e dois filmes apresentou conceitos inéditos ao prime time americano. Era impressionante notar como Dexter conseguiu superar boa parte das emissoras americanas em audiência - aliado ao fato de ter alavancado o canal que, na época, não estava muito bem das pernas.

Precisa-se deixar clara a ousadia que Laboratório de Dexter teve ao ser um desenho não bobo e sem conteúdo; como eram os muitos outros da época. A obra apresentava a vida de um garoto, nerd e socialmente excluído, com sua popular e bela irmã e mostrava que mesmo pessoas com psiques tão diferentes podem, sim, se amar e conviver.

As Meninas Superpoderosas
Por mais que não seja o criador ou o principal diretor do desenho, Tatakovsky não só está envolvido com os principais episódios do seriado como também é o diretor do filme que finalizou o seriado em 2002 - antes do retorno que ocorrerá este ano, 2016, sem ele.

Seu trabalho no desenho do poderoso trio foi, realmente, menos expressivo que o de Laboratório de Dexter; mas não pode ser desconsiderado. É visível a distinção que o desenho tinha, na época, em relação ao que passava em outras emissoras ou até mesmo no Cartoon. Era um desenho com apelo à todos os públicos - e mais importante, ensinava conceitos e respeitos que deveríamos ter em todas as nossas situações do dia a dia.

Samurai Jack
Esta é, com certeza, a minha obra favorita não só de Genndy; mas como também de todo Cartoon Network. Um dos desenhos mais universalmente adorados e famosos da emissora; Jack apostava em algo que, novamente, não era comum nos desenhos: continuidade entre episódios.

Criado e dirigido por Tartakovsky; a beleza do seriado de 52 episódios está em sua arte diferente e visualmente impactante, com uma história contínua que conta as aventuras Jack em um cenário aventuroso e cinematográfico.

A apresentação do desenho era, sobretudo, curiosa. Não tinha cara de "animação simples" - mesmo ainda sendo. Hoje em dia é comum assistir desenhos que seguem com uma progressão dentro de si mesmo - como Hora da Aventura ou Steven Universo - mas Jack inaugurou isso, ao menos dentro do Cartoon Network.

O sucesso da obra foi tamanho que chamou a atenção de nomes e rostos famosos e imensos da indústria: ninguém menos que George Lucas - que de tanto interesse, contratou Tartakovsky para trabalhar em o que viria a ser seu magnum opus:

Star Wars: Clone Wars
Depois de assistir Samurai Jack; George Lucas ficou tão impressionado que tinha certeza que Genndy seria ideal para contar as histórias entre os episódios II e III dos filmes de Star Wars. Em um dos momentos mais intensos da história da Guerra nas Estrelas; Tartakovsky tinha a missão de entregar uma obra que conseguisse contemplar filmes que estavam sendo execrados pela crítica e com baixíssima arrecadação de bilheteria.

A missão não era fácil. Star Wars - ao menos os episódios IV, V e VI - eram obras titânicas; e o formato da série animada deveria ser diferente do que tudo. A resposta? Três temporadas com "mini" episódios; que conseguissem contar dramáticos eventos que precedessem o episódio III; abusando de detalhes e efeitos que só poderiam ser feitos em um desenho formatado em pequenos clipes contínuos entre si.

O resultado foram três emmys e um annie award pelo trabalho - sendo o desenho mais premiado da história do Cartoon Network. Ainda; a animação 2-D deu origem a um outro desenho, Star Wars: The Clone Wars, este em 3d, com episódios regulares e com duração normal - mas que não emplacou tanto quanto a obra 2D original.

Atuais obras e futuros projetos
Genndy se afastou, por um tempo, dos desenhos; principalmente após uma seu último trabalho que, infelizmente, não fez sucesso; chamado de Sym-Bionic Titan - que nem chegou a passar no Brasil. Entretanto; ele participou de sucessos do cinema, dirigindo Hotel Transilvânia 1 e 2. Este ano; Tartakovsky anunciou seu retorno às animações de TV, em uma nova temporada de Samurai Jack pelo adult swim

2016 marca o aniversário de 20 anos de Laboratório de Dexter, o primeiro trabalho do mestre, e não podemos deixar essa data passar batida. A herança que Genndy Tartakovsky deixa é imensa; e muitas das maiores obras das animações ocidentais de hoje em dia - principalmente no 2D - tem larga influência do animador.






***


Conheça mais da coluna O Limite; de Alex Jacket.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sweet Tooth #02

Estava bastante ansioso para saber o que sairia desta HQ no segundo episódio. A primeira edição foi boa, e poderia esperar tanto uma estagnação da história, como uma reviravolta. Felizmente, o melhor aconteceu.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.