Avançar para o conteúdo principal

The Flash S02E03 - Family of Rogues - Análise

Com o retorno de mães e pais, Family of Rogues trata da família ausente e criminosa do Capitão Frio, aumenta o hall de casais e em tempos que precisamos sim falar sobre a violência contra a mulher, mostra um ponto muito bom sobre o assunto. Confira o que achamos do terceiro episódio dessa nova temporada em mais uma análise de episódio no Crise:


Vamos começar com os West. O retorno na mãe de Iris e ex-esposa de Joe já levanta muitas dúvidas e até deixa uma pergunta no ar, já que teremos Wally nessa temporada, será que ele se apresentará como um irmão mais novo? Ou será apenas o já conhecido sobrinho de Iris que vem de Coast City para visitar a tia?


Mas a polêmica mesmo ficou por parte dos Snart. Dessa vez é Lisa que precisa de ajuda e, por isso, ela e Cisco ganham um tratamento romântico durante todo o episódio. Com o pai dos Snart a solta, roubando e matando, coisa que fere o acordo que Frio e Flash tinham, o vilão da semana passa a ser o velho maluco, que maltratava o filho e espancava a filha na infância, apenas para "protege-los". 

Mesmo fazendo tudo para proteger a irmã, quem já leu os quadrinhos sabe que Snart não suporta quem vive fora de suas regras, a personagem criada para seu seu pai vai contra tudo o que a HQ já estabeleceu sobre o Capitão Frio, que o expulsaria da cidade, ou até mesmo o jogaria na cadeia, ao menor deslize de seu pai nos roubos, vide a primeira morte, que acontece na sua frente. Além de tudo isso, o desfecho ainda deixa a desejar, corrompendo ainda mais o Capitão Frio.


Vale notar uma série de pequenos detalhes pelo episódio, como a amizade entre Iris e Linda, o interesse de Caitlyn por Jay, a formação do casal mais atrapalhado de Central City, Barry e Patty, e o fato de que, quem quer que esteja escrevendo as cenas da Iris, a está transformando numa Lois Lane, não que isso seja ruim, porque também é bom ver o lado jornalista que é bastante explorado nas revistas.

Jay Garrick ainda continua na Terra-1, para ajudar na nova ameaça que é o Zoom. As cenas finais, mostrando enxertos de acontecimentos da Terra-2 começam a ficar cada vez melhores, a até deixam algumas coisas subentendidas ao telespectador, pois logo poderemos ver mais Harrison Wells por ai.

Nota 7,0. Com uma trilha sonora fenomenal para o Capitão Frio, vimos até mesmo o famoso aperte-todos-os-botões-e-descubra-a-senha que o Flash usa em vários momentos do quadrinho e até episódios da antiga animação da Liga! Apesar do estranho comportamento, o respeito entre Flash e Frio aumenta, já deixando um background para sua participação como herói em DC's Legends of Tomorrow.

Análise escrita por Rodrigo Castello, o Cuba da coluna Primeira Edição.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Sweet Tooth #02

Estava bastante ansioso para saber o que sairia desta HQ no segundo episódio. A primeira edição foi boa, e poderia esperar tanto uma estagnação da história, como uma reviravolta. Felizmente, o melhor aconteceu.