Avançar para o conteúdo principal

Crise Nippon: Naruto e Cavaleiros de Zodíaco, 2 sucessos nipônicos da BGS 2015


Naruto Shippuuden Ultimate Ninja Storm 4 e Cavaleiros dos Zodíaco – Alma dos Soldados. A Brasil Game Show 2015 trouxe os grandes lançamentos de jogos baseados em mangas e animes: O que achei de tudo isso? Bem...


Pra estrear essa coluna vamos começar com dois títulos gigantes do Japão, que tem uma bela de uma fama aqui nas terras tupiniquins. Ao que interessa, então. Naruto Shippuuden!

Esse jogo de luta conta com 61 (!) personagens e 86 variações dos mesmos e infinitas skins, creio que tem praticamente todos os principais personagens do anime/mangá como um todo, até os últimos vilões e formas dos heróis, e como DLC (conteúdo para download) existem Boruto e Sarada, filho do Naruto com a Hinata e filha do Sasuke com a Sakura, respectivamente. E cada personagem possui diversas variações. Pequeno, grande, filme, roupas etc, e tem, também, um dlc exclusivo para o Brasil, que são roupas para o Naruto e Sasuke. Mais mexicanos do que brasileiros né, mas pelo menos é algo que só vai ter aqui!



O modo história não deixa a desejar, como os títulos anteriores da série Storm, e é bem dinâmico e fiel ao anime. Apenas pude vê-lo em ação, mas com o histórico que os jogos tem, não temo a qualidade. Será épico e tudo mais.

O gameplay de luta 3d é bem dinâmico, mantém os mesmos controles dos antigos, com 2 personagens de assistência e, dessa vez, poderemos trocar os personagens que vão lutar pelos assistentes, mas continuamos com apenas uma barra de vida para o seu time. Os Especiais são muito épicos e cinemáticos, dá vontade de ficar lá assistindo os golpes gigantescos.


Há diversos combos onde os assistentes nos ajudam, kawarimi no jutsu, projéteis, golpes especiais, golpes de chackra... tudo que já consagrou a série. Gostei muito do que vi e a quantidade e variedade de personagens é o que mais chama atenção.

No evento, ainda, um representante da Bandai Namco veio dar a grande novidade que o jogo terá dublagem totalmente em português brasileiro e também será todo traduzido. Os dubladores do Naruto (Ursula Bezerra) e Sasuke (Robson Kumode) apareceram lá para dar uma palhinha, conversar com os fãs e até jogar no palco. Foi bem interessante.

O jogo será lançado no dia 9 de fevereiro de 2016.

Agora o peixe realmente grande, Cavaleiros dos Zodíaco – Alma dos Soldados.

Esse jogo pega na nostalgia e lançou lá na BGS mesmo, dia 9 de outubro, com 48 personagens jogáveis que incluem os cavaleiros de bronze, de ouro, espectros de Hades, marinas de Poseidon e guerreiros deuses de Asgard.

Na feira, o produtor do anime de Cavaleiros dos Zodíaco, Ryo Mito, deu as caras vestido de Aioria de Leão, com armadura e tudo, dando autógrafos e tirando fotos com os fãs. Ele anunciou no palco da Playstation a tradução total do jogo e a dublagem em português do Brasil com os dubladores clássicos. Alguns deles como Seiya (Hermes Baroli), Ikki (Leonardo Camilo), Hyoga (Francisco Brêtas) e Shiryu (Élcio Sodré) apareceram lá, também para jogar com os fãs, tirar fotos e dar umas palhinhas bem engraçadas com as vozes dos personagens enquanto os personagens lutavam no jogo.

O gameplay também é de luta 3d e bem dinâmico, com diversos golpes cinemáticos, bem como o anime mesmo. Você carrega seu cosmo, exerce combos no chão e no ar, usa diversos golpes de projéteis e tem como despertar seu cosmo com armaduras divinas (até aquelas do novo anime Soul of Gold) e muito mais.

Joguei um pouco e apesar da luta não ser tão rápida quanto a de Naruto Ultimate Ninja Storm, acho que combina mais com cavaleiros esse dinamismo mais controlado. Os gráficos na nova geração de consoles deixa tudo bem melhor também, e os grandiosos golpes como Meteoros de Pégaso ou Explosão Galáctica são lindos de se ver.


O modo história é uma das melhores qualidades do jogo. Todas as sagas do anime clássico são jogáveis, Santuário, Batalha de Asgard, Poseidon e Hades. Não há homenagem melhor para um fã que curte cavaleiros e um bom game de luta.

Em suma, para os fãs de anime, como eu, esses dois jogos são uma boa dose de entretenimento, com muitos personagens, modos história ricos e lutas dinâmicas com cinemáticas incríveis!

Crise Nippon é uma coluna onde eu, Victor “Gandalf” Palaci falarei sobre cultura geek mais voltada ao lado oriental da coisa toda, mangás, animes, otakus e por aí vai.

Matéria escrita por Victor “Gandalf” Palaci.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: