Avançar para o conteúdo principal

Splash Page: Batman Arkham tá Caro Demais!

A partir de agora, toda segunda-feira teremos a minha nova coluna: a SPLASH PAGE. Ela servirá para começarmos a semana com uma boa discussão sobre quadrinhos e afins. Nesta primeira edição, que tal falarmos de algo pouco polêmico apenas para esquentar? É isso! Vamos falar do absurdo preço nacional do game BATMAN: ARKHAM KNIGHT e de toda a baboseira que é o seu season pass. Este é o Splash Page!

Qualquer fã do homem-morcego e de games está, com certeza, esperando ansiosamente o lançamento do mais novo game da franquia Arkham. Por mais que este novo título traga de volta a sensacional produtora Rocksteady, introduza o Batmóvel em um game da franquia, seja oficialmente a maior aventura do Batman em consoles, e ainda ofereça seis meses de conteúdo extra, nada disso deveria ser usado como desculpa para cobrarem os absurdos R$ 250,00 que estamos vendo no Brasil. O videogame em si está se tornando algo impossível de colecionar por causa desses valores fora da realidade. Isso é fato.

Porra, Ricardo, mas a culpa não é do game!
Eu sei disso. O principal problema está no momento econômico de nosso país e suas absurdas taxas tributárias e de impostos. Todos entendemos e desgostamos desta verdade. Não adianta reclamarmos com a Warner, pois há toda uma grana imbecil envolvida nisso. Meu ponto não é o de dar uma solução, mas sim ressaltar o quanto o valor é um absurdo, pois sabemos que este preço só cairá quando o dólar também cair. Por enquanto a decisão é ou esperar para pegar uma versão mais barata ou gastar essa grana e torcer para cada centavo valer a pena.

Pior do que o preço nacional de Arkham Knight é o seu insosso season pass. Caramba! Cobrar perto de 50 dólares por um conteúdo X que ninguém exatamente sabe se vai ser bom ou necessário é um tapa na cara de nós gamers. É só lembrarmos de todos os dlcs lançados para os games da série anteriores. Algum deles chegou a valer pelo menos 30 dólares? Claro que não! Jogar a missão extra contra a Harley Quinn em Arkham City foi bem legal, mas isso me custou poucas horas de jogo e nada de diferente. Nem joguei o patético dlc de Arkham Origins, mas tenho certeza que ele não valeu nem metade do que custou. Resumindo: é mais do que certo que a grana gasta no season pass de Arkham Knight não valerá a pena.

O gamer mais coerente vai simplesmente aguardar cerca de um ano para pegar uma versão "Definitiva" de Arkham Knight (convenhamos, é fato que uma assim será lançada), mas sempre tem aquele que começa a ter formigamento nas mãos para pegar no day one. É por causa disso que ainda temos baboseiras como Assassin's BUG Creed e Call Of LOROTA Duty: Tem quem pague.

Além disso, há aquelas putisses de pré-compra para o gamer "ganhar" uma skin diferente e exclusiva que ele provavelmente nem vai usar. Tudo isso apenas para garantir que muitos trouxas joguem seu dinheiro para a Warner e afins. Eu entendo a ideia de "plus", mas isso não muda o fato de que a indústria virou um saco. Ela está só preocupada em tirar cada vez mais grana de seus clientes sem se preocupar com qualidade. Veja bem, eu não estou chamando ninguém de mercenário, pois sei muito bem que empresas vivem de lucro, mas pelo menos poderiam oferecer produtos bons. A Nintendo é um bom exemplo: lançou um pack de dlc de Mario Kart 8 por 14,00 dólares que introduziu muito conteúdo e de excelente qualidade. Isso sem contar que seu novo game, Splatoon, receberá dlc gratuito que trará novos mapas e modos de jogo.

Entende o meu ponto?

Só falta boa vontade mesmo.

Agora pode virar a página.

Escrito por Ricardo Syozi, um fã do Tim Drake e viciado em games de lutinha.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: