sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

DC trará 24 novos títulos e novos planos pós-Convergence

Desde o ano passado sabemos que a DC Comics fará grandes mudanças, começando com a ida de uma costa dos Estados Unidos para a outra, com o intuito de ficar mais próxima dos estúdios da Warner e fundar os Estúdios da própria editora, além de vários cancelamentos de títulos que tinham boa crítica, agora ela traz 24 novos títulos para assim que o evento Convergence, terminar.


Convergence substituirá todas as publicações da DC durante os meses de abril e maio, durante o tempo de mudança de Nova Iorque para Burbank e, depois disso, sofrerá uma grande reformulação, acabando de vez com os Novos 52, deixando de usar o selo do reboot, que aconteceu em 2011.

Dan DiDio, o editor-chefe da casa ainda explicou: “Esta é uma nova era para o Universo DC, que nos permitirá publicar algo para todos os gostos, sermos mais expansivos e modernos na nossa maneira de contar histórias para refletir a sociedade que nos rodeia." 

Os novos títulos destacam novos artistas e alguns que estão retornando a casa, como Bryan Hitch (Supremos) e Garth Ennis (Preacher). Um destaque importante, acrescentando para a fila de brasileiros que trabalham para a DC, é Gustavo Duarte (Guardiões da Galáxia, Chico Bento – Pavor Espaciar). Ainda temos a contratação de Gene Luen Yang, ganhador de um Eisner Award, para substituir Geoff Johns em Superman.

Para o Free Comic Book Day, uma revista com três histórias, de 8 páginas cada, levará o nome de Divergence, trazendo prévias da estreia de Gene Luen Yang em Superman; Batman pela dupla Snyder/Capullo, e a saga Darksaid War, por Johns e Fabok dentro de Liga da Justiça. 

"Seja você um veterano fã da DC, ou se está começando agora, teremos uma revista para você.”, afirmou Dan DiDio.

Abaixo confira a lista das 24 novidades e as revistas que permaneceram, com novos nº1:


  • Batman Beyond, por Dan Jurgens e Bernard Chan;
  • Bat-Mite, minissérie em seis edições por Dan Jurgens e Corin Howell;
  • Bizarro, minissérie em seis edições por Heath Corson e pelo brasileiro Gustavo Duarte;
  • Black Canary, por Brenden Fletcher, Annie Wu e Irene Koh;
  • Constantine – The Hellblazer, por Ming Doyle e Riley Rossmo;
  • Cyborg, por David Walker e Ivan Reis;
  • Dark Universe, por James Tynion IV e Ming Doyle;
  • Green Lantern – Lost Army, por Cullen Bunn, Jesus Saiz e Javi Pina;
  • Doomed, por Scott Lobdell e Javier Fernandez;
  • Earth 2 – Society, por Daniel Wilson e Jorge Jimenez;
  • Dr. Fate, por Paul Levitz e Sonny Liew;
  • Harley Quinn/Power Girl, minissérie em seis edições por Jimmy Palmiotti, Amanda Conner e Stephane Roux;
  • Justice League of America, por Bryan Hitch;
  • Justice League 3001, por Keith Giffen e Howard Porter;
  • Martian Manhunter, por Rob Williams e Ben Oliver;
  • Midnighter, por Steve Orlando e ACO;
  • Mystic U, por Alisa Kwitney e artista a ser revelado;
  • Omega Men, por Tom King e Alec Morgan;
  • Prez, por Mark Russell e Ben Caldwell;
  • Red Hood/Arsenal, por Scott Lobdell e Denis Medri;
  • Robin – Son of Batman, por Patrick Gleason;
  • Section Eight, minissérie em seis edições por Garth Ennis e John McCrea;
  • Starfire, por Jimmy Palmiotti, Amanda Conner e Emanuela Lupacchino;
  • We Are Robin, por Lee Bermejo e Khary Randolph.
E as que conseguiram passar do corte do novo reboot:


  • Action Comics, por Greg Pak e Aaron Kuder;
  • Aquaman, por Cullen Bunn e Trevor McCarthy;
  • Batgirl, por Cameron Stewart, Brenden Fletcher e Babs Tarr;
  • Batman, por Scott Snyder e Greg Capullo;
  • Detective Comics, por Brian Buccelato e Francis Manapul;
  • Batman/Superman, por Greg Pak e Ardian Syaf;
  • Catwoman, por Genevieve Valentine e David Messina;
  • Deathstroke, por Tony S. Daniel;
  • The Flash, por Robert Venditti, Van Jensen e Brett Booth;
  • Gotham Academy, por Becky Cloonan, Brenden Fletcher e Karl Kerschl;
  • Gotham By Midnight, por Ray Fawkes e Juan Ferreyra;
  • Grayson, por Tom King, Tim Seeley e Mikel Janin;
  • Green Arrow, por Ben Percy e Zircher;
  • Green Lantern, por Robert Venditti e Billy Tan;
  • Harley Quinn, por Jimmy Palmiotti, Amanda Conner e Chad Hardin;
  • Justice League, por Geoff Johns e Jason Fabok;
  • Justice League United, por Travel Foreman e Paul Pelletier;
  • Lobo, por Cullen Bunn e Cliff Richards;
  • Secret Six, por Gail Simone e Dale Eaglesham;
  • Sinestro, por Cullen Bunn e Bradley Walker;
  • New Suicide Squad, por Sean Ryan e Carlos D’Anda;
  • Superman, por Gene Luen Yang e John Romita, Jr.;
  • Superman/Wonder Woman, por Peter J. Tomasi e Doug Mahnke;
  • Teen Titans, por Will Pfeifer e Kenneth Rocafort;
  • Wonder Woman, por Meredith Finch e David Finch.
O que acharam das novas decisões da DC, leitores?

Bat-mite

Black Canary

Bizarro

Cyborg

Doomed

Justice League of America

Midnighter

Omega Man

Prez

Robin, Son of Batman

Starfire

We Are Robin

0 crises:

Enviar um comentário