segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Gotham S01E11 Rogue's Gallery

E a série do Batman, sem o Batman, voltou a ser exibida. Com seu episódio de volta, nem mesmo o pequeno Bruce Wayne aparece. Marcado por uma boa atuação e três novas inserções do universo Batman, Rogue's Gallery rouba um dos maiores nomes das histórias do Flash e usa-o para apresentar o interior do grandioso Arkham. Cuidado com os spoilers:

Jim Gordon chegou em Gotham e começou a virar a vida criminosa e corrupta da polícia de pernas pro ar. Por conta disso, ganhou um cargo como segurança dentro do Arkham, sendo rebaixado pelo próprio prefeito da cidade. Esse foi, incluindo todo o jogo da máfia, o roteiro da primeira parte dessa temporada. Em Rogue's Gallery, podemos ver o começo desse novo trabalho, começando com A Tempestade, de Shakespeare.


Três personagens do Bat-universo entram na conta: Leslie Thompkins é a doutora encarregada da ala feminina do Arkham e, nos quadrinhos, é uma amiga de longa data dos Wayne, que ajudou Alfred na criação do pequeno Bruce, sabe o segredo do morcego e, mesmo desaprovando, o ajuda na hora de costurar alguma coisa ou colocar um osso de volta no lugar. Dois vilões também foram incluídos: Jack Gruber, que usa eletricidade em outros detentos (o Eletrocutor, nos quadrinhos) e Aaron Helzinger, a vítima de Gruber, que é usado como os músculos da dupla (o vilão Amígdala).

A nova atriz em destaque, no papel da Dra. Thompkins, é a brasileira Morena Baccarin. De todos os problemas com atuação, ela, com certeza, não entra nessa conta. Uma excelente atriz ao lado das tentativas de Ban McKenzie e da atuação cheia de humor de Donal Logue, o Harvey.


Claro, muitas coisas ficaram sem explicação. Mesmo com todas as Batman ou relacionados que eu já li, Barbara Kean (depois Gordon), sempre foi uma personagem bem mal explorada ou morta ou simplesmente a mãe da Batgirl. Já Renee Montoya, o completo contrário, a Questão da DC Comics é uma das personagens homossexuais da editora, tendo até um arco da história envolvendo a revelação de sua sexualidade. O relacionamento das duas, criado exclusivamente pelos já 23 roteiristas (tem o nome de todos no imdb!), ainda é muito confuso para se encaixar na história.

Com poucas cenas do Pinguim, uma bela reviravolta em sua conclusão e a primeira rebelião do Asilo Arkham, Gotham volta e traz menos interesse do que o esperado, deixando a trama da máfia muito mais insossa, tentando empurrar relações de personagens como Selina e Ivy, e falhando em mostrar um lado mais interessante em determinados momentos.


Nota 6,0. Metade da temporada nas ruas de Gotham e, agora, a outra metade dentro do Arkham, podem mudar a exploração da série, mas a marca registrada ainda é o fato de que os produtores empurram muitas coisas goela abaixo dos espectadores.
Acertos: Como sempre, a ambientação. Morena Baccarin.
Erros: Todos precisam realmente se conhecer?

0 crises:

Enviar um comentário