Gotham S01E09 - Harvey Dent

Cara ou coroa? Apresentando um dos vilões mais icônicos dos quadrinhos do Morcego, o nono episódio de Gotham expande mais ainda a confusão que a série está virando. Como a receita de utilizar personagens conhecidas não pode ser explorada, temos mais um vilão da semana criado exclusivamente para o episódio. Cuidado com os spoilers.

Depois de acertar muito bem em seu sétimo episódio, Gotham já voltou a escorregar feio em sua primeira temporada. A introdução de Harvey Dent mostra um personagem já bastante abalado psicologicamente, ameaçando outros e, sem dúvida alguma, propondo muitas apostas usando sua moeda de duas-caras. O ator escalado não ajudou nem um pouco, com expressões corporais nada convidativas e um nível de atuação bem desprezível.
Esse é Harvey Dent
Por ser a testemunha principal do caso Wayne, Gordon leva Selina para morar junto de Bruce e Alfred. A coisa mais inesperada que podíamos ver na série. Há um conflito durante todo o episódio, que vai se amenizando até que ambos viram super amigos. A forçação de barra é tamanha que a melhor parte do episódio é quando Selina diz que Bruce se move sorrateiramente, referência clara ao costumeiro jeito de aparecer e desaparecer do Batman.
Você já beijou uma garota?
O Pinguim tem bem pouco tempo de tela, mas quando aparece, é acompanhado de uma ótima trilha sonora. Além de ser subestimado por Fish Mooney, ele descobre os segredos de Liza, que também oferece uma péssima atuação nesse episódio. Gotham começa a ser usada para tratar os criminosos insanos e o final com Barbara Gordon deixa uma confusão bem grande na cabeça de todo mundo.

Nota 3,0. Na soma total, o episódio foi muito ruim. Com algumas partes engraçadas, citando o celular tocando Final Countdown logo antes de explodir. Por outro lado, a ambientação da cidade continua uma maravilha.
Acertos: Ambientação.
Erros: Tudo.

Comentários

Mensagens populares