Avançar para o conteúdo principal

Constantine S01E02 The Darkness Beneath

O capítulo #301. Constantine finalmente está entre nós. Produzido pela Warner e publicado pela NBC, o grande mago inglês finalmente ganha uma adaptação que segue mais os passos de sua casa - o quadrinho Hellblazer. Confira o que achamos de "The Darkness Beneath".

Hellblazer é uma série da Vertigo. Com isso, muitas coisas vêm juntas. Um tom mais sombrio, mais sério e social são características chaves da série de quadrinhos finalizada no capítulo 300. Constantine é um seriado de TV baseado em Hellblazer. Logo de cara, conseguimos ver isso: a violência contra a mulher e o vício em álcool são situações implícitas logo no primeiro minuto do episódio.

Por isso, para quem leu e gostou de Hellblazer, esse seriado não está sendo diferente do que era lido antes. Não é como no filme, aonde o que acontece não é a história do John. Aqui estamos vendo a história do mago inglês em um período de tempo logo ao início de sua carreira - eu gosto de pensar que está entre a saga Newcastle e Pecados Originais. 

Então sim. O seriado está tomando um ponto do quadrinho que não era coberto por histórias. Mas isso não é necessariamente bom ou ruim. Por exemplo, é um pouco estranho conhecer um John Constantine com "objetivos" em seu mapa. Claro, essa foi a forma do seriado de fazer uma introdução aos personagens; mas ainda assim é um pouco diferente de se ver.

"The Darkness Beneath" nos começa com uma enxurrada de easter eggs assim com a introdução da mulher mais importante em Hellblazer: Zed. Interpretada por uma belíssima atriz, Zed aparece de forma... Parecida com a dos quadrinhos (bem, ela é uma pintora. Nesse episódio, ela salvou ele, e não a sobrinha do Constantine de um pedófilo. Bem, dá pro gasto). O ponto em questão é: os roteiristas pensaram em introduzir ela quase que da mesma forma que nos quadrinhos, isso é, pintando quadros do mago.

Esses detalhes são interessantes a trama por um sentido: parece um capítulo novo de Hellblazer. Sim, um capítulo introdutório e com uma trama fraca - porém sólida. Estamos vendo uma história de começo/meio/fim, com o sistema "vilão da semana", apresentando uma personagem nova de forma
um pouco macabra, um pouco misteriosa e com muito potencial.

Com efeitos especiais de deixar os olhos alegres e uma trilha sonora que combina em tudo, "The Darkness Beneath" nos apresenta uma trama introdutória sólida porém fraca - mas típica em episódios que novos personagens entram na série. Uma Zed latina pode parecer estranho, mas acabou não sendo desconfortável: a atriz conseguiu mandar muito bem no papel, esbanjando de beleza e mistério.

>> Saiba por onde começar a ler as histórias do mago inglês mais famoso da Vertigo

Com segredos e mistérios que provavelmente serão resolvidos até o final da temporada (qual é do sangue do Constantine? Spoilers: quem leu sabe); Constantine se apresenta esse ano como uma série de "super" herói sólida e com um futuro promissor. A cada episódio, fica um pouquinho melhor. Estou animado, com certeza, para o que a temporada tem para oferecer.

Quero ressaltar também o acerto em cheio de Matt Ryan como nosso herói. O ator está sensacional no papel. Ele parece, e muito, com o John dos quadrinhos e atua de maneira fantástica. Sem dúvida, uma das séries com melhor atuação das quatro atuais da DC Comics na TV.

Nota 8. Conta com um roteiro fraco e não impressionante, mas tudo o que é legal está aqui: personagens sólidos, atuações decentes e efeitos legais. Um episódio introdutório simples.
Acertos: John, Zed, Efeitos
Erros: Trama fraca e não impressionante.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: