Avançar para o conteúdo principal

Mulher Maravilha terá dois filmes de época

No calendário com todos os filmes entre Marvel e DC, a Mulher Maravilha ganhou seu ano de estréia em 2017, estrelando Gal Gadot, que assinou um contrato para três filmes e já aparecerá em Batman v Superman: Alvorecer da Justiça. Mas enquanto isso, tudo indicava que seus filmes se passariam no presente, certo? Ledo engano, os anos 1920 serão o palco do primeiro filme da Amazona.

Tudo começará na Ilha Paraiso, onde Diana vive o seu dia-a-dia, onde facções de amazonas lutam pelo controle. A chegada de um homem, não necessariamente Steve Trevor, acaba mudando o status quo da ilha, já que ele vem atrás da ajuda das guerreiras. Quando a Mulher Maravilha se junta ao soldado e chega ao mundo do patriarcado, descobrimos que tudo se passa nos anos 1920. A outra metade do filme mostraria Diana explorando um mundo onde as mulheres tem apenas o direito de voto como vitória de suas lutas, uma coisa muito diferente de sua realidade.

Uma sequência já planejada, mostraria a Segunda Guerra Mundial, anos 1930/40, sendo o período de tempo em que o antigo seriado de Lynda Carter havia começado, antes de mudar para o período moderno de 1975.

Só então num terceiro filme que Diana viveria os tempos modernos, junto da Liga da Justiça da América.

Podemos ver essa fórmula dando certo nos filmes do Capitão América.


Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Sweet Tooth #02

Estava bastante ansioso para saber o que sairia desta HQ no segundo episódio. A primeira edição foi boa, e poderia esperar tanto uma estagnação da história, como uma reviravolta. Felizmente, o melhor aconteceu.