Avançar para o conteúdo principal

Primeira Edição: Vilões no Cinema, Parte Um

É de início que eu já aviso, o texto dessa semana pode conter spoillers, afinal, vou falar sobre os vilões que já passaram pelos cinemas e os que estão chegando. Loki, Magneto, Zod, Sinestro, Ra's Al Ghul, Galactus, Coringa e tantos outros que já foram interpretados nessa indústria de adaptações cinematográficas.


O papel de vilão é um dos mais importantes na adaptação de um quadrinho para o cinema, porque é ele quem vai realmente transformar o personagem principal, independente de aventuras, salvamentos ou romances, em um heroi de verdade. São provações psicológicas, confrontos devastadores, decisões no ultimo segundo, é isso o que um filme de quadrinhos faz quando o clímax está chegando, roubar a atenção do espectador e mostrar a luta mais magnífica que aquela tela pode passar, independente do formato.

Comecemos com o melhor de todos até hoje, o cara que muita gente falava mal, que ia ser o pior Coringa da história mas, bem, não é assim que ele habita nossas lembranças. Heath Ledger entrou tanto no personagem que acabou desenvolvendo alguns problemas que, mais tarde, o levariam a morte, meses antes do lançamento do filme. Tanto por isso quanto pela atuação, esse foi o vilão mais marcante que passou pelo cinema.

Ainda em Batman, mas agora uma escolha que não poderia ser mais imparcial, Arnold Schwarzenegger. Como já disse aqui, pra mim, o papel dele como Mr. Freeze é mais engraçado e mais bem feito, levando em conta piadas de horríveis, maquiagem prata, gliter, roupão e aquela armadura toda brilhosa.

Magneto surgiu em X-Men (2000), na pele de Sir Ian McKellen, desenvolvido por mais 4 filmes, juntamente de Michael Fassbender, ambos mostraram o melhor e o pior de Erik Lehnsherr, o garoto judeu que cresceu em campos de concentração nazistas e cresceu para se tornar um dos maiores lutadores da causa mutante. Em Dias de um Futuro Esquecido, o ultimo a ser lançado da franquia, tivemos Peter Dinklage como, Dr. Bolivar Trask, o idealizador dos sentinelas.

Tom Hiddleston, ou Loki, ajudou os inimigos em Thor, foi o vilão principal de Vingadores caiu no gosto do público e foi um dos mocinhos de O Mundo Sombrio. Alguns já disseram que um filme solo está a caminho, mas sem certezas. Em Vingadores, ele conseguiu mostrar a essência do deus da trapaça, cheio de brincadeiras e artimanhas onde, mesmo levando a pior, ele ainda pregou uma peça.


Mas não é só de acertos que as adaptações vive, na verdade, acho até que é o que menos tem por aí. A essência, o avatar de todo o Medo do universo, Parallax, foi uma das piores adaptações de personagem já feitas, junto do próprio filme do Lanterna Verde. Estéticamente, ele é um parasita-lagarto todo comprido e esticado, com chifres e aparência demoníaca, afinal, ele é o medo. Mas no filme o que ele é? Uma fumaça marrom-amarelada, amórfica e com um rostinho caveiresco... Não sei em que ponto Lanterna Verde já mostra que não da importância alguma ao fã, mas quando Parallax aparece, é o momento certo de se parar de assistir e pular para os créditos finais, pois é ali que a melhor cena do filme nos é dada como um prêmio de consolação, Sinestro colocando o anel amarelo.


Claro que muitas citações faltaram nesse post, mas aqui estão os 8 ou 80 dos muitos que já foram adaptados, tanto bons quanto ruins, ou até péssimos. Semana que vem o Primeira Edição vai trazer a segunda parte dessa coluna, falando sobre quais os próximos vilões que poderiam estrelas os novos filmes e que deixariam nós, os fãs, malucos.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: