Avançar para o conteúdo principal

Crise Conversa: Qual a sua luta favorita dos quadrinhos?

Com certeza você já se pegou numa situação parecida com essa: Tirando um momento do seu dia pra ler uma HQ qualquer ou seu título preferido, tanto faz, senta, se coloca numa posição confortável e começa sua imersão naquele universo muito mais bacana do que a sua vida diária quando, enquanto você vira as páginas, algo vai se montando, um diálogo ali, um insulto aqui, um soco, um chute, outro soco, KAPOW! Destruição em massa ou não, a melhor luta que você já viu ta rolando nas suas mãos e, quando ela acaba, você até fica sem fôlego, com o nível de tudo aquilo que leu e viu. E bom, é isso o que queremos saber, qual foi a sequência de luta que arrancou o seu fôlego?

Sid: Uma boa luta de verdade é quando duas ou mais pessoas lutam com toda a sua força e até as últimas consequências. A melhor luta na minha opinião é entre dois heróis, o Hulk e o Sentinela. No capítulo final de Hulk contra o Mundo o gigante enfrenta ninguém menos que o ser mais forte do universo. Em uma luta que quase deixa o Estados Unidos em pedaços, os dois trocam socos até o limite completo de suas forças. Bruce Banner leva a melhor com sua vontade inabalável, como já era óbvio.

China: Uma luta que achei muito foda foi em Aniquilação 2: A Conquista. Phyla Vell, filha do Capitão Marvel e portadora na época dos poderes de Quasar, e Serpente da Lua, filha de Drax (que estará no filme dos Guardiões da Galáxia), lutam contra o Super-Adaptoide. O contexto é muito importante para a luta: na ocasião a Falange (raça de robôs tecnorgânicos) isolou o espaço Kree (raça alienígena) do resto do Universo, deixando as personagens não apenas sem ter muito para onde correr de um inimigo muito mais poderoso do que as duas juntas, como também deixou Phyla Vell tendo que racionar os poderes dos braceletes quânticos, porque eles absorvem seu poder da Zona Quântica, e com o espaço Kree isolado, a comunicação entre a zona e os braceletes é interrompida, deixando este na "bateria".
A luta é intermitente e dura quatro edições porque Phyla e Serpente da Lua não tem chance contra o robô - que não só tem o poder de vários dos Vingadores, como também pode copiar tudo que Phyla Vell faz contra ele - sendo obrigadas a fugir várias vezes. A história tem um tom pessimista em que você duvida do sucesso das personagens em sua missão (que não vem ao caso agora), além de outras ocorrências trágicas que permeiam a narrativa. Não apenas as cenas de ação são boas, como a solução que Phyla encontra para derrotar o Super Adaptoide envolve muito mais sua astucia do que seu poder e tem direito até a discurso motivacional. Vale a pena ler para conferir.

Alex: Pensar em luta é pensar em quem eu gostei de ver brigar. E isso é difícil... daí eu penso em um monte de personagem que eu gosto e lembro de um dos momentos mais legais dos quadrinhos - na minha sincera opinião. A luta foi de basicamente todo mundo contra o Anti Monitor! O nível épico da Crise das Infinitas Terras é tamanho que, em momentos de briga, a gente precisa apertar os olhos para conseguir reconhecer quem está lá no meio - inclusive o seu e o meu herói favorito, com certeza. Talvez a principal característica da briga de todo o universo DC contra o Anti Monitor é que não tem um vencedor. Em ambos os lados, existem muitas mortes. Isso, indubitavelmente, é o que impressiona. É um momento memorável para um fã e para a história da indústria dos quadrinhos.

Cuba: Apesar de, provavelmente, já ter lido lutas melhores no meio de tanta coisa, uma foi a que mais me marcou, das páginas de Crise de Identidade, uma saga que muitos não gostam, mas eu nunca a esqueço. Doutor Luz contratou Slade para um serviço, exterminar os membros da Liga da Justiça que o inutilizaram. Usando de toda a extensão de sua capacidade super-humana, Slade consegue incapacitar cada um dos membros que estão atrás de Luz, formando uma estratégia no momento em que coloca os olhos na equipe e explicando cada um dos passos aos leitores. Flash, Zatanna, Gavião Negro, Arqueiro, Canário, Elektron e até Kyle Rayner. Até que distraído, o Arqueiro coloca 'manualmente' uma flecha no olho ruim de Slade, distraindo o vilão e fazendo todos os caídos segurarem o Exterminador. Vendo sua 'falha', Luz explode em raios de luz, os vilões desaparecem e Superman chega em cena.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sweet Tooth #02

Estava bastante ansioso para saber o que sairia desta HQ no segundo episódio. A primeira edição foi boa, e poderia esperar tanto uma estagnação da história, como uma reviravolta. Felizmente, o melhor aconteceu.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.