Avançar para o conteúdo principal

Primeira Edição: The Flash

Minha relação com o Flash começou muito antes do gosto por quadrinhos. Assintindo Liga da Justiça na hora do almoço, sempre que voltava da escola, me deixava cara a cara com Wally West, o representante Flash naquela animação. Com seu bom humor e velocidade escarlate, ele fazia o que todo jovem queria: liberdade. Mesmo que seja através de lutas contra gorilas, alienígenas estrelas-do-mar ou cérebros nazistas, Wally West era o cara comum, de bem com a vida, no meio dos encapuzados e dos guerreiros lendários.

Eu só sabia o nome dele porque em algum episódio, ele tira a máscara depois que o Batman diz a identidade secreta da galera, até cafuné da Mulher Maravilha ele ganha.


Depois disso, como já contei, entrei no mundo dos mangás, bem longe dos super-herois e todas as cores de um quadrinho. Assistindo Liga da Justiça Sem Limites, comecei a me interessar mais, comprei quadrinhos, tudo bem que o primeiro foi da Marvel, mas o interesse cresceu cada vez mais, até que eu comecei a procurar as histórias do meu personagem favorito, o Flash.

Jay Garrick
Descobri que o Joel Ciclone era o nome brasileiro do primeiro personagem a usar a alcunha, Jay Garrick, com a panela na cabeça, calça jeans, camisa com um raio pra cima e asas nas botas. Descobri também que antes do Wally, um cara chamado Barry Allen, que também era tio dele e, ainda por cima, seu tutor! Que incrível, eu pensei, preciso ler tudo isso!

Fui lendo as principais, o primeiro encontro de Jay e Barry, em Os Flash de Dois Mundos, fui lá em Showcase #04, saber sua origem na Era de Prata dos quadrinhos, seguis histórias dos três maiores representantes do nome que a DC já apresentou. Até que eu cheguei num tal de Bat Allen, neto de Barry e representante oficial do século XXXI.

Nunca fui com a cara dele, assistir Young Justice me deixava empolgadíssimo, pois era o Wally mais maneiro que eu já vi, sendo adaptado novamente para a televisão, até que ele se aposenta do heroismo e Bart vem do futuro e entra em seu lugar. Claro que eu continuei assistindo, a série ainda era a melhor animação da DC já fez (e cancelou...), até o episódio em que ele é apresentado no episódio Bloodlines, onde toda a família Flash aparece.

Barry, Wally e Jay.
O sacrifício de Barry em Crise nas Infinitas Terras me fez verter lágrimas, o episódio final de Young Justice, igualmente, adaptando o mesmo feito, só que dessa vez, com Wally. A morte do próprio Wally nos quadrinhos, com as palavras que ele fala a Linda Park, sua esposa, enquanto é sugado para a Força de Aceleração. Até quando Bart é friamente assassinado, eu senti as mesmas coisas, pois não era apenas ele, era mais uma vez que o nome Flash sofria.

Em Flash: Rebirth todas essas emoções se juntam, mostrando a volta de um dos herois mais queridos de todos, não só de fãs, mas dos próprios personagens dos quadrinhos da DC.

Por mais que o Aquaman tenha sempre seguido ao lado do Flash na minha preferência, o Velocista Escarlate sempre será o primeiro, sempre ficará no topo do pódio, não importa quem for, o uniforme vermelho e amarelo vai estar sempre nos meus pensamentos e leituras.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: