Avançar para o conteúdo principal

O Limite: Os vilões de Gotham.

A popularidade da série Batman aumentou MUITO, principalmente depois dos enormes sucessos que foram os filmes de Christopher Nolan e os jogos da série Arkham. Mas afinal, o que torna o Homem-Morcego o herói mais famoso de todos os tempos? Seu dinheiro? Sua falta de poderes? Bem, eu tomo partido nessa e digo: com certeza, seus antagonistas! Mas, afinal, você conhece os mais legais ou só o Coringa?

Não é só o Coringa!
Depois do filme "Cavaleiro das Trevas" - que teve a melhor performance de um vilão na história das adaptações do Batman, rendendo até um óscar - não tem como negar: O vilão mais famoso dos quadrinhos é, sem dúvida, o Coringa. Mas se engana quem acha que os outros são menos interessantes: Batman é onde os melhores vilões se encontram, tenha certeza.

Dúvida? Então vamos lá:

Por mais que eu ache a saga um pouco meia boca e eu não goste dela em quase nada, existe algo em Batman: HUSH que é simplesmente fenomenal: o Silêncio (Para os mais íntimos, Hush!). Aliado à uma arte simplesmente incrível, e por mais que a história na qual o vilão é importante seja um pouco fraca, ele é sem dúvida um vilão de peso. O Silêncio tem muito em comum com outros vilões, mas sua persistência e pulso firme em suas ações o caracterizam por ser o vilão mais direto e sincero que a série já teve.

Ela, afinal, não poderia faltar aqui, né? Anteriormente assassinada pelos filmes antigos do grande Cavaleiro das Trevas, a Hera Venenosa tem muito espaço dentro de Gotham. Sendo por sua participação em outros grupos ou por seus ideais muito bem definidos, ela é uma vilã que tem um porque de lutar. Além do mais, também tem muita importância em outras séries (sim, estou falando de você, Monstro do Pântano.)

E toda grande cidade precisa ter uma grande máfia, não é mesmo? E é ai onde o Pinguim entra. Não só com sua gangue enorme e suas armas que não param um minuto, ele é a imagem de Gotham imortalizada em uma pessoa. Explosivo, traiçoeiro e corrupto. A cidade em uma única pessoa.

Indo para um lado um pouco mais sentimental e... frio? Temos o Senhor Frio. O líder do gelo e da solidão é fantástico: seja por sua história, motivos ou sagas envolvendo o Homem-Morcego. Engana quem acha que só o Coringa sabe deixar Bruce Wayne maluco: o Senhor frio já fez muito bem isso, diga-se de passagem.

Hera não está sozinha no lado das vilãs. Não tem como falar de Batman sem lembrar quase que na hora da Mulher-Gato. Bela antagonista e anti-heroína, ela contrasta a cidade que Batman defende com seu próprio senso de justiça. Seus movimentos são delicados, intensos e importantes. Se esquecermos do filme que leva seu nome, quase sempre lembramos da Mulher Gato como algo inesquecível e marcante.

Mas as origens das habilidades do Bruce Wayne também contam muito terror. Sim, estou falando de você Ra's Al Ghul. Por toda sua mitologia e habilidades, o personagem é impressionante do início aos fins (note o plural!) e sempre tem participações marcantes nas principais histórias do Cavaleiro das Trevas.

Batman não é só crime e patifaria. Também temos muito do misterioso, alucinógeno e maluco. Pensou nele? Está correto. O Espantalho é a loucura da série, é aquele ponto estranho com desenhos tortos que te faz sofrer e pensar junto com o protagonista: e se fosse você lá?

E falar de loucura não podemos esquecer do que une o crime, a maluquice, a depressão e a psicopatia. Claro, o que une isso tudo e nos faz ficar tremendo e ansiosos para o próximo capítulo? Victor Zsasz, com certeza. O maluco, psicopata, sociopata e o que mais der prova que a loucura pode ser criada e espalhada, não precisa ser única.

Solomon Grundy, Bane, Capuz Vermelho, Deadshot, Anarquia, Rei Relógio, Chapeleiro Maluco, Killer Croc, Arlequina, Duas Caras, Charada e por aí vai... Não tem limites. Se formos pensar em todos, essa matéria é eterna. Saiba que só se tem grandes heróis com grandes vilões. Aí que está a chave do sucesso, concorrência, crie obstáculos a altura. Passe o medo, o ódio e a agonia para o leitor. Vilania só é boa quando bem trabalhada.

Claro que o Coringa também é um grande (se não gigante) vilão da franquia, mas engana-se quem acha que ele é o único notável. E aí, vontade de ler mais revistas sobre o homem-morcego?


Comentários

  1. Eu sempre gostei do Batman, mas nunca fui muito ligado nos quadrinhos. Sou aquele fã que gosta mas não conhece hahaha...

    Enfim, algum dos inimigos eu conhecia pelas HQs e pelos desenhos, mas a maioria eu conheci por causa dos jogos da série Arkham. Mas ainda assim o Coringa é meu preferido (mas já era, mesmo antes do filme ^^).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A parte mais legal dos jogos da série Arkham é a diversidade de vilões que aparecem nele e os files explicando as histórias deles.

      Adoro o Coringa também, mas minha favorita é a Hera Venenosa.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Sweet Tooth #02

Estava bastante ansioso para saber o que sairia desta HQ no segundo episódio. A primeira edição foi boa, e poderia esperar tanto uma estagnação da história, como uma reviravolta. Felizmente, o melhor aconteceu.