Avançar para o conteúdo principal

Arrow S02E12 [Tremors]

Sem cansar; Arrow vem a cada dia deixando o solo mais e mais seguro e fixo para ser um fantástico início para muitas coisas além de Star'ling' City. "Tremors" nos mostra uma cidade crescida e um herói em constante mudança. Veja o que achamos do episódio aqui no Crise, mas cuidado, a Review pode conter spoilers.








Não tem como tirar o fato de que a série, o nome "Arqueiro Verde" e a mitologia "underground" da DC vem crescendo cada vez mais junto a cada novo episódio de Arrow. "Tremors" vem para nos mostrar isso.

Clássico de quadrinhos - principalmente da DC - os grandes heróis sempre mantém eficientes ajudantes. O mais próximo do Arqueiro Verde/Arqueiro Vermelho é, digamos, Batman e Robin. E por mais que tenham suas semelhanças - o amor à justiça - as duplas tem também muitas diferenças. O décimo segundo episódio de Arrow veio para nos mostrar isso. A raiva e a paixão de Roy que se une com a inocência e medo de Oliver. Não é uma simples união. Não é só "um ajudando o outro".

Ver a situação de Roy "super poderoso" ainda é estranho e um pouco difícil de digerir - mas está cada vez menos sendo um problema. A alma do personagem está lá; uma vida difícil, vingativa, cheia de ódio e amor. Diferente da Huntress, na temporada anterior, que por mais que tenha tido seu brilho foi embora da série mais rápido que deveria , Roy está tendo um início lento e interessante.

Merece também ressaltar o quão "Arrow" está inovando dentro das adaptações de quadrinhos. Seja pelo fato da adição de um "sidekick" em uma época que praticamente só vemos heróis "solos" ou pelo fato de que a segunda temporada, por mais que tenha tido diversas revelações e conteúdo, está criando um terreno para que a série consiga prosseguir sem problemas ou sufocos no futuro. Arrow é uma série que está se garantindo, e que por muito tempo (seguindo os passos dados) não irá decepcionar um fã se quer.

Os flashbacks são rápidos mais emocionantes, mostram um pouco mais sobre a vida de Oliver na ilha e da relação dele com o Slade e a Sarah. Vemos também o arqueiro intercalando entre  o passado e o presente de uma forma sutil e sincera, falando o que sente e contando aventuras do passado facilmente para os colegas de "trabalho".

Como já reclamei aqui em reviews anteriores, odeio o fato de muitos do vilões de Arrow perderem a importância de repente. Pensei que, com o Tigre de Bronze, seria o mesmo. Bem, estive muito enganado. Além de uma performance de luta incrível entre Oliver e ele; o personagem é importante do início ao fim do episódio, tendo sua mitologia expandida. Finalmente!

A aparição do Tigre de Bronze não é só muito boa, mas como também temos outra descoberta. Ele será indicado para uma "equipe" (ou Esquadrão. Risos) onde uma "tal" de Amanda Waller quer que ele entre.

Entendeu? Amanda Waller, Tigre de Bronze, Deadshot, Conde Vertigo... Não é só o início do Flash, Arqueiro Verde, Arqueiro Vermelho, Solomon Grundy, Deathstroke e da Huntress. É também o início do Esquadrão Suicida original!

Além disso, o comprador da máquina de terremoto era da Markovia. MARKOVIA! O país fictício da DC que é aquela monarquia fantástica aonde Terra e Geo-Force moram. Simplesmente genial.

Mas nem tudo é tão bacana assim. Ao mesmo tempo que sim, estou animado e empolgado com tanta adição a série, é um pouco assustador ver até aonde ele estão indo. Cadê a Isabel Rochev? Aonde está a relação Diggle/Deadshot? O retorno de Moira no episódio foi interessante, mas afinal, aonde Malcom está se escondendo?

Talvez Arrow esteja adicionando MUITA COISA durante essa segunda temporada - que ainda tem mais dez semanas de episódios. Só de ver, em doze episódios tivemos Ra's Al Ghul, Canário, Flash, Esquadrão Suicida, Solomon Grundy, Markovia e o Deathstroke. Tenho medo que algo daí de dentro acabe não saindo como o planejado, e por mais que adore coisas novas, as vezes não precisamos de novidades, só de finalizações.

Nota 8.9. Com bastante informação nova, personagens antigos bem tratados e indícios para a criação do Esquadrão Suicida, "Tremors" acerta em mais um episódio lotado de conteúdo novo
O episódio acerta: Oliver e Roy Harper, a mais nova dupla! Tigre de Bronze, Markóvia e no Esquadrão Suicida.
O episódio erra: O excesso de informação está começando a preocupar assuntos ainda não finalizados e beirando serem esquecidos. - Isabel Rochev, Solomon Grundy, Flash, Malcom, Deadshot, Diggle, Huntress e o Conde Vertigo. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: