Avançar para o conteúdo principal

Primeira Edição: Sakura Card Captors


Sim! Pela primeira vez no Crise, o assunto principal será sobre um mangá, os famosos quadrinhos japoneses em preto e branco. Escolhi Sakura como o primeiro representante do gênero justamente porque ele foi um dos primeiros mangás a serem publicados em bancas brasileiras, abrindo a porta para muita coisa boa que já foi lançada até hoje. Sakura Card Captors conta a história de uma garotinha de 10 anos que libera um conjunto de cartas mágicas de enorme poder pelo Japão e, junto do guardião Kero, deve recuperar todas elas para que o mundo não caia em desgraça.


Comic-sans, é você?
Lançado em maio de 2001 pela Editora JBC, Cardcaptor Sakura teve seu nome e edições um pouquinho

abrasileiradas, já que originalmente era uma série de 12 volumes e cada um desse foi dividido em dois por aqui, sendo publicados 24 volumes. Em junho de 2012 a editora relançou a série, com as capas parcialmente originais, porém, com uma fonte nada convidativa, porém, com o formato original de publicação, com 12 volumes.

Depois de um tempo de publicação, o volume #1 foi vendendo que nem água, as pessoas foram conhecendo mais a história da pequena Sakura Kinomoto e seus amigos, já que o anime passava no Cartoon Network e tenho certeza que muitos dos que estão lendo, já assistiram pelo menos uma vez. 

Até que chegou o ponto onde não se encontrava mais pra vender e a famosa oferta/procura entrou em vigor. A valorização dos mangás começou por aí, com Sakura atingindo preços de R$40,00~60,00 reais e subindo para R$150,00 mais recentemente. É só ir em algum evento de anime que sempre tá rolando e perguntar pra um lojista simpático, ou não, qual o preço do Sakura.

Como eram baratos...
Pensando que o relançamento diminuiria o preço da antiga? Nada disso, das duas uma: ou a JBC diminuiu a tiragem da revista para ela se valorizar com o tempo, ou os fãs malucos que estavam atrás da antiga e novos fãs compraram sem parar até o estoque acabar. Eu sei que comprei a minha simplesmente para garantir o lucro futuro, já que eu tenho a primeira edição da antiga.

Como eu a achei? Simples. Antes de começar a ler quadrinhos, eu era um desses garotos cabeludos e gordinhos, otaku sem orgulho e viciado na cultura japonesa em quadrinhos, chegou um tempo também em que conheci os maravilhosos sebos. Foi em uma aventura costumeira, caçando tesouros pelo centro da cidade, perto do Vale do Anhangabaú que encontrei o meu exemplar, na parte de trás da loja, dentro de caixas de papelão que teimavam em atacar minha asma, Sakura Card Captor #1, pela imensa fortuna de R$1,00. Ah, dava pra comprar um monte daquelas balas que viram chiclete no final...

Cardcaptor Sakura é um shōjo, ou seja, um mangá voltado para o público feminino. Ele entra em uma subcategoria chamada mahō shōjo, onde apresentam jovens meninas com capacidades sobre-humanas e que são forçadas a lutar contra o mal.

Pô Sakura, era só entrar no Mercado Livre...
Em sua primeira edição, temos Sakura abrindo o livro do Mago Clow, e soltando as poderosas cartas Clow, criadas pelo próprio mago, derp. Nisso a aventura se segue, com Sakura sempre capturando novas cartas, quebrando a cabeça com novos desafios, mostrando como ela mescla sua vida estudantil com a vida noturna de capturadora de cartas. Não é só porque é toda rosa e indicado para garotas que só elas deveriam ler, esse foi um mangá/anime que iniciou muita gente nesse mundo fantástico e preto e branco, cheio de histórias diferentes que, diferente de muitas HQs, possuem um fim.

Principais personagens da série. Sim, o boneco amarelo ta incluso.

Comentários

  1. eu tenho a primeira coleção de 2000, viraram ''gold edition'' de tão amarelas q estão, como um fã do CLAMP é claro q comprei tbm a versão melhorada lançada recentemente, Sakura é uma das obras mais criativas do clamp, pelo menos a q mais fez sucesso fora do japão, embora meu favorito delas seja X-1999. hj mesmo terminei de ler RG VEDA muito bom tbm, pena q não tem anime apenas 2 OVA. ja a pior coisa do clamp é ''Clamp School Detectives'' é muito chatoooo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, a primeira coleção de Sakura já está toda amarela haha Das meninas da CLAMP eu tenho Chobits, acho que depois disso não li muita coisa.

      Eliminar
    2. até hj não entendi direito o final de Chobits nem no anime nem no mangá rsrs, xxxholic q saiu depois é bem legal,

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: