Avançar para o conteúdo principal

Primeira Edição #01

Aproximadamente 1 ano e meio de blog e já estava mais do que na hora de produzir um conteúdo mais do que original, a ideia surgiu e os nossos melhores redatores ganharam mais uma responsabilidade nesse magnífico site que está aberto em seu navegador! Essa é a primeira edição da coluna semanal de um humilde pescador, então, bora apresentá-la a vocês, vamos a 1ª edição da Primeira Edição, justificando o nome e tudo o mais!

Um exemplo de como as primeiras
edições são conservadas oficialmente,
para manter sua raridade.
Ao som de The Final Cut, do Pink Floyd, que trago a proposta de apresentar semanalmente a todos vocês  não só as primeiras edições de histórias em quadrinhos, mangás, seriados, ou quase tudo o que tiver uma primeira edição por aí, mas também as primeiras aparições de personagens dos quadrinhos.

Na terra do Tio Sam, as primeiras edições e aparições de alguns dos personagens mais icônicos tem um valor lá no céu, como por exemplo Action Comics #01, publicada em junho de 1968, que retrata a primeira aparição do pouco conhecido, Superman, que já foi vendida pela bagatela de 1,5 milhão de dólares. Dentre uma série de raridades dos quadrinhos, essa é a mais valiosa de todas.

Agora falando das nossa Terras Tupiniquins, também temos primeiras edições desde os formatinhos e até anteriormente, mas o valor delas não se compara as originais. Em quadrinhos, os encadernados são mais valorizados que as mensais que por aqui saem, mas se você sair por aí procurando, consegue achar coisa bem antiga com um bom valor.


Pulando para outro mercado, temos os mangás, histórias em quadrinho japonesas que são bastante famosas por aqui e representadas por grandes eventos nacionais. Podemos dar alguns exemplos, pois essas são primeiras edições que, aqui no Brasil, podem valer uma grana dos fãs, claro que só passam dos 3 dígitos, mas é bem mais fácil de se achar, como por exemplo, Sakura Card Captors #01, que pode ser achada por R$150,00.

Mas não só de valores e raridades tratará a Primeira Edição, mostrarei a importância de cada uma, o que ela trouxe de bom, de ruim e de inesperado, farei uma pequena análise da história, curiosidades e o que aconteceu por trás da publicação.


Espero que tenham entendido o que quero fazer aqui, pois semana que vem já começo com a própria Action Comics #01, mostrando o quão importante ela foi para a história das HQ's. Um grande abraço e até a semana que vem!

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: