Avançar para o conteúdo principal

Liga da Justiça #16

Liga da Justiça #16 - mix Panini
Nota total: 8,7

O Trono da Atlântida chega a sua conclusão final, dando abertura para uma outra Liga da Justiça e um novo caminho para Aquaman. Gary Frank e Johns voltam com Shazam, uma das melhores e mais injustiçadas obras dos Novos 52, justamente pelo pequeno número de páginas que possui.








Liga da Justiça #17 - O Trono da Atlântida, capitulo 5

Em apenas um painel, vemos o quão preocupante é a situação, a Liga se arma. Parece que a entrada de Nathan Eyring nas cores, junto de Rod Reis, deixou a arte mais bela do que já era. Johns aprofunda a relação dos irmãos atlantes a medida em que O Trono se encerra, delineando a linha entre a superfície e as profundezas e, mesmo depois de uma resolução, podemos ter certeza de que Johns trouxe de volta um antigo inimigo de Arthur e uma nova fase para a Liga da Justiça. Nota 10,0


Aquaman #17 - O Trono da Atlântida, epílogo

Marcando a estréia de Paul Pelletier como novo desenhista oficial, o epílogo d'O Trono traz a nova fase de Aquaman, com uma participação especial dos Demônios do Mar e mostrando um Arthur mais preocupado com as águas, diferente da abordagem inicial do próprio Johns, onde o heroi teve de provar seu valor e colocar algumas 'teorias' abaixo.

Retornando as origens atlântes, Arthur entra de cara em um novo arco e um novo vilão se aproxima. Para o que Aquaman vinha se mostrando, esse epílogo vem como um simples divisor de águas. Nota 6,0


Liga da Justiça #15-16 (II) - Shazam

Não há o que comentar sobre a arte de Gary Frank, ela é simplesmente estupenda, nunca perde a qualidade. Quanto ao roteiro de Johns, vemos uma abordagem bem real do que seria uma criança com superpoderes, sendo guiada por seu amigo curioso, sem querer, Billy Batson acaba cometendo atos de heroísmo enquanto tenta tirar proveito de sua nova 'condição'.

Os campeões se encontram e embora Shazam seja uma pequena parte de Liga, é sempre uma boa leitura. Nota 10,0

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: