Avançar para o conteúdo principal

Crise Conversa: Qual será a sua leitura de fim de ano?


Como qualquer fã de uma boa leitura, nós do CRISE gostamos muito de sempre ter algo para ler. É claro que neste fim de ano isso não seria diferente.
Por isso a pergunta deste CRISE CONVERSA é focada nestas páginas que tanto nos entretém.

Qual será a leitura de fim de ano de nossos colaboradores?



Rick Monte: Minha leitura pra este final de ano está sendo a premiada SAGA, série de quadrinhos que levou pra casa 3 prêmios Eisner em 2013, narra a história de uma família em fuga, até aí nenhum grande problema, todavia, Alana e Marko representam povos que estão imersos num conflito selvagem, ambos são autoridades militares, nada grandioso, mas o mero fato de estarem apaixonados um pelo outro (sem contar que eles possuem uma filha), conduz a um risco desmoralizante (na opinião dos líderes raciais de cada povo) para ambos os exércitos na medida em que permanecem vivos e em liberdade, daí tem-se início uma caçada severa e política.

Sendo apontada por alguns como uma releitura de Romeu e Julieta, por outros como o ponto onde Star Wars encontra Game of Thrones, esta HQ capturou a minha atenção, mas a análise completa segue logo menos aqui no Crise! Aguardem.


Sid: Quase como um ritual, a 3 anos eu leio uma das edições definitivas de Sandman.
Finalmente cheguei ao final desse épico surreal com a mente cheia de memórias incríveis.
E agora terei o prazer e a tristeza de me despedir de uma das histórias mais lindas e inspiradoras que existem.








Ricardo Syozi: Estou terminando de ler o sensacional "Deuses Americanos" do


meu autor favorito Neil Gaiman. A cada página sinto que aprendi um pouco mais sobre uma nação quebrada, cheia de maneirismos e farsas. Além disso, no mundo dos quadrinhos, mantenho a minha tradição dos últimos seis anos: Eu tiro do meu pacote as minhas revistas de primeira edição de "O REINO DO AMANHÃ" só para ver aquela briga fodástica entre o Super e o Shazam (ainda chamado de Capitão Marvel). Nada mais empolgante.


Alex: Recebi tanto presente da DC que vou ter uma lista cheia, mas pro fim de ano, vou fazer uma mistura. Enquanto releio o Temor dos Sábios (pela editoria LeYa) começo a ler Y: The Last Man pela terceira vez. Isso se eu não ganhar o encadernado lindo do Reino do Amanhã com aquele preço salgado que dói.









Cuba: Vou deixar minha leitura nas mãos de Alex Ross e suas obras primas

aquareladas. Com o bom dinheiro que dei pros dois encadernados desenhados por ele, Justiça e Reino do Amanha vão me acompanhar até a chegada de 2014 e, se eu terminar esses dois deleites a tempo, Hyrule Historia entra no pacote também.

Happo: Estou começando a ler Building Stories, do Chris Ware. Eu já tinha lido a Hq anterior dele, Jimmy Corrigan, o garoto mais inteligente do mundo, e já sabia o quanto ele poderia ser genial. Mas vai ser foda terminar de ler. Se apenas uma das 14 histórias já me fez derramar suor masculino dos olhos, mal espero para ver o que vai sobrar de mim.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: