Avançar para o conteúdo principal

Superman #14

Superman #14 - mix Panini
Nota Final 7,0


O começo da saga Inferno Na Terra nas páginas do Super prometia um show de narrativa e muito suspense. Após ler toda esta HQ entrelaçada com suas 76 páginas, onde muitos dos “Super” personagens fazem suas aparições e se envolvem em muito mais do que simples discussões, cheguei à conclusão de que esta nova saga pode ser muito empolgante, mas tem que ser melhor trabalhada a partir das revistas seguintes.
Vamos ver o porque:


Action Comics #14

Aqui eu devo começar com um desabafo: sempre fui fã do Grant Morrison, sou um apaixonado pelo sensacional “Grandes Astros Superman”, mas acredito que recentemente o roteirista anda deixando a peteca cair. Esta nova história chamada “Missão em Marte” possui tantos momentos bregas que cheguei a me sentir desconfortável. Quero dizer, anjos como se fossem um bando de gafanhotos que destroem planetas? Sério?! Até mesmo falas simples que deveriam ser funcionais aparecem como grandes momentos clichês que me incomodaram bastante. Por outro lado, Rags Morales continua com o seu trabalho competente, com suas sombras bem desenhadas e um Kal-El mais novo, mas que já demonstra uma maturidade digna de seu manto. No fim, a aparição de um vilão interessante até me fez acreditar que este arco curto pode se tornar bacaninha em edições futuras.
Nota: 5,0


Action Comics #14 - II

Mais uma história curta com texto do excelente Sholly Fisch. Aqui é apresentada uma forma ainda mais humana do “Homem do amanhã” onde ele segue para uma base de cientistas para fazer algo que pode mudar a sua vida. A arte traz boas lembranças dos desenhos dos anos 90 da Warner, mas são as falas que fazem com que cada página valha a pena. É tudo tão bem trabalhado que ainda me pergunto como Sholly ainda não ganhou páginas mais regulares na DC.
Nota: 8,0


Superboy #14

Até hoje não consigo me tornar um fã do clone do Homem de aço. Já li suas sagas desde a época onde ele era apenas um Super mais novinho, passei por sua vestimenta “moderna” com sua jaquetinha de couro, assisti e li suas aparições com aquela camiseta preta babaca e agora o estou acompanhando com esta roupa colada estilo “sou um bobão contemporâneo”. A verdade é uma só: o Superboy não possui histórias boas e ponto. Como Inferno na Terra entrelaça muitos dos personagens do mundo de Clark Kent, é claro que o clone garante a sua presença. Aqui vai um belo resumo da obra: traço fraco e texto interessante e nada mais. Até estou curtindo o vilão H’el, pois adoro antagonistas, mas ainda não consigo curtir as páginas dos “teens” da DC. Espero que a aparição do Superboy nas páginas de Kal-El me façam mudar de opinião.
Nota: 5,0
Supergirl #14

Não canso de ressaltar: Adoro essa nova Kara!
É aqui que realmente senti que Inferno Na Terra começou de verdade. Toda a narrativa me fez ficar com aquela pulga atrás da orelha, pois me pergunto qual o limite dos poderes de H’el e até onde ele pretende ir com esta sua investida contra os humanos. Além disso, há tanto rolando na cabeça da Supergirl e ainda temos descobertas que, com certeza, vai mexer ainda mais com ela. Prevejo uma batalha épica nas próximas revistas entre o vilão, Kal-El e, por quê não, a própria Kara.
Até mesmo o traço de Mahmud Asrar me deixou satisfeito. O cara parece estar evoluindo (finalmente). Na página final da revista, um momento constrangedor ocorre, e com isso imaginamos e esperamos uma edição de número 15 cheia de respostas e ainda mais embates tanto físicos quanto verbais.
Nota: 8,0

O começo de Inferno Na Terra poderia ter sido mais empolgante, pois as histórias entrelaçadas não chegam a empolgar. Imagino que esta saga será passageira nos corações dos fãs do Super, mas ainda assim ela promete ficar mais bacaninha.  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: