Avançar para o conteúdo principal

Os Titãs chegam em Smallville!

Um time de Titãs deu uma visitadinha em Smallville essa semana, ao que os leitores da série de TV que virou quadrinho, aprendem mais sobre a Escola para os 'Superdotados' de Jay Garrick (sim, o Flash antigo!).



A escola foi mencionada em uma das edições recentes da série digital Smallville: Season 11, o quadrinho escrito por Bryan Q. Miller, que retorna a continuidade deixada pelo seriado televisivo.

Começando essa semana, Smallville: Titans, os leitores poderão ver as versões smallvilleanas de Conner Kent (Superboy), Mia Dearden (Speedy), Jaime Reyes (Besouro Azul) e Zan e Jayna (sim, os Super-Gêmeos).

Não é a primeira vez de Miller escrevendo para os Titãs, seu primeiro quadrinho mais notório, foi um arco em Teen Titans, em 2009. Juntamente de Smallville, ele vem trabalhando num projeto pelo Kickstarter, chamado Earthward e também escreve a série Defiance, que é beeeeem meia boca.

O especial dos Titãs vem como parte da história principal, logo após o arco Olympus, que introduz a nossa linda Mulher Maravilha no mundo de Pequenópolis e, depois de terminado, o título sofrera uma mudança nas publicações, começando a ser númeradas por mini-séries.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.