Avançar para o conteúdo principal

Universo DC #0

Universo DC #0 - mix Panini
Nota total: 7,2
Origens, origens e mais origens nessa edição Zero. O que já era de se esperar, já que todos os mixes estão passando por esse evento especial, em comemoração a 1 ano de Novos 52 da DC Comics. Universo DC Zero mistura algumas origens e até mesmo continuações de suas revistas, temos até o breve retorno de Omac ao mix.




Aquaman #0 - Debaixo D'Água

Arthur Curry em seus primórdios. O garoto que acaba de perder seu pai e ter sua origem revelada ao mundo, não entende a si mesmo e nem as pessoas ao seu redor, o atlante se retira para o oceano, procurando nos mares a sua civilização.

Descobrindo seus poderes, entendendo sua força e procurando uma rasão para acreditar nos homens terrestres, o Aquaman vai se formando pelas mãos de Geoff, Ivan, Rod e Joe. A cena dele 'contra' o tubarão é uma das memórias mais clássicas do superherói. Nota 10,0


Terra 2 #0 - A história de um Herói

Mostrando os eventos anteriores ao primeiro volume de Terra 2, onde a Trindade troca sua vida pelo futuro do planeta, esse edição Zero mostra o porque de certos acontecimentos que desencadearam naquilo, inclusive, mais um inimigo dos heróis.

Com algumas explicações do porque quase não existe resistência da população e outras desculpas, Terra 2 deixa um pouco a desejar. Nota 6,0





Fúria do Nuclear #0 - Covalência

Sem histórias de origem, parece até que tudo voltou ao normal, com Ronnie e Jason cuidando de suas próprias vidas, sem seus antigos poderes, assim como começaram. Porém, não é assim que uma história em quadrinho de super heróis é feita, é claro que eles se recuperam e a situação esquenta. Assim que são necessários, eles despertam seus antigos poderes e, como se nada tivesse acontecido, o Nuclear volta em sua maior essência, os dois se fundem novamente, agora com Ronnie sendo os músculos e Jason o cérebro por trás do herói. Nota 6,0


Universo DC apresenta: #0 - Questões de Origem Pós-Cancelamento
& Mãe Máquina

Dividindo esta edição, Omac e Falcões Negros mostram as origens de suas histórias.

O Irmão Olho dando forma e escolhendo um hospedeiro para o seu OMAC e uma conversa com Max Lord, a respeito do homem que criou o Irmão.

Em Falcões Negros, temos uma das primeiras missões da equipe e a gênese de sua inimiga, a Mãe Máquina. As duas histórias tem um roteiro bem 'nas coxas', só pra preencher espaço. Nota 4,0


Gavião Negro #0 - Aqueles que se elevam acima de Nós

Contanto a história e queda da nobreza Thanagariana, a edição Zero de Gavião Negro mostra de onde Carter Hall veio, sua amada e como ele adquiriu o Metal Enésimo.

Com o preconceito em cima de Liefeld, muitos podem achar que a história e fraca, mas não, talvez ele tenha dado uma dentro ou talvez, Mark Poulton tenha colocado mais a mão na massa. Mostrando uma boa história e desenhos quem cabem nos moldes de Gavião Negro, a origem do passarinho é bem agradável. Nota 7,0


Melhores do Mundo #0 - Robin & Supergirl

Bruce é um pai super protetor e Selina só quer ver a filha com a mão na massa. Em uma de suas primeiras missões, Helena, a Robin, acaba sofrendo um grande trauma e conhece a garota que se tornará sua melhor amiga, Kara, a Supergil.

Os argumentos de Paul Levitz dão uma reanimada no título, enquanto a arte de Maguire e Craig dão vida as versões alternativas da Terra 2. Nota 7,5


Mulher Maravilha #0 - O Covil do Minotauro

Já que a origem de Diana nos é mostrada nas páginas das primeiras edições, dessa vez Azzarello e Chiang trazem a releitura de uma das antigas aventuras publicadas em Contos de Mulheres Aventureiras para Homens #41.

Descobrimos como a Princesa Amazona se tornou uma das melhores pupilas do deus Ares e a origem da essência que Diana carrega dentro de sí. Uma leitura que te leva de volta ao tempo das revistas pulp e aos primórdios dos quadrinhos, Mulher Maravilha #0 é um banquete ao saudosismo. Nota 10,0

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: