Avançar para o conteúdo principal

Universo DC #0

Universo DC #0 - mix Panini
Nota total: 7,2
Origens, origens e mais origens nessa edição Zero. O que já era de se esperar, já que todos os mixes estão passando por esse evento especial, em comemoração a 1 ano de Novos 52 da DC Comics. Universo DC Zero mistura algumas origens e até mesmo continuações de suas revistas, temos até o breve retorno de Omac ao mix.




Aquaman #0 - Debaixo D'Água

Arthur Curry em seus primórdios. O garoto que acaba de perder seu pai e ter sua origem revelada ao mundo, não entende a si mesmo e nem as pessoas ao seu redor, o atlante se retira para o oceano, procurando nos mares a sua civilização.

Descobrindo seus poderes, entendendo sua força e procurando uma rasão para acreditar nos homens terrestres, o Aquaman vai se formando pelas mãos de Geoff, Ivan, Rod e Joe. A cena dele 'contra' o tubarão é uma das memórias mais clássicas do superherói. Nota 10,0


Terra 2 #0 - A história de um Herói

Mostrando os eventos anteriores ao primeiro volume de Terra 2, onde a Trindade troca sua vida pelo futuro do planeta, esse edição Zero mostra o porque de certos acontecimentos que desencadearam naquilo, inclusive, mais um inimigo dos heróis.

Com algumas explicações do porque quase não existe resistência da população e outras desculpas, Terra 2 deixa um pouco a desejar. Nota 6,0





Fúria do Nuclear #0 - Covalência

Sem histórias de origem, parece até que tudo voltou ao normal, com Ronnie e Jason cuidando de suas próprias vidas, sem seus antigos poderes, assim como começaram. Porém, não é assim que uma história em quadrinho de super heróis é feita, é claro que eles se recuperam e a situação esquenta. Assim que são necessários, eles despertam seus antigos poderes e, como se nada tivesse acontecido, o Nuclear volta em sua maior essência, os dois se fundem novamente, agora com Ronnie sendo os músculos e Jason o cérebro por trás do herói. Nota 6,0


Universo DC apresenta: #0 - Questões de Origem Pós-Cancelamento
& Mãe Máquina

Dividindo esta edição, Omac e Falcões Negros mostram as origens de suas histórias.

O Irmão Olho dando forma e escolhendo um hospedeiro para o seu OMAC e uma conversa com Max Lord, a respeito do homem que criou o Irmão.

Em Falcões Negros, temos uma das primeiras missões da equipe e a gênese de sua inimiga, a Mãe Máquina. As duas histórias tem um roteiro bem 'nas coxas', só pra preencher espaço. Nota 4,0


Gavião Negro #0 - Aqueles que se elevam acima de Nós

Contanto a história e queda da nobreza Thanagariana, a edição Zero de Gavião Negro mostra de onde Carter Hall veio, sua amada e como ele adquiriu o Metal Enésimo.

Com o preconceito em cima de Liefeld, muitos podem achar que a história e fraca, mas não, talvez ele tenha dado uma dentro ou talvez, Mark Poulton tenha colocado mais a mão na massa. Mostrando uma boa história e desenhos quem cabem nos moldes de Gavião Negro, a origem do passarinho é bem agradável. Nota 7,0


Melhores do Mundo #0 - Robin & Supergirl

Bruce é um pai super protetor e Selina só quer ver a filha com a mão na massa. Em uma de suas primeiras missões, Helena, a Robin, acaba sofrendo um grande trauma e conhece a garota que se tornará sua melhor amiga, Kara, a Supergil.

Os argumentos de Paul Levitz dão uma reanimada no título, enquanto a arte de Maguire e Craig dão vida as versões alternativas da Terra 2. Nota 7,5


Mulher Maravilha #0 - O Covil do Minotauro

Já que a origem de Diana nos é mostrada nas páginas das primeiras edições, dessa vez Azzarello e Chiang trazem a releitura de uma das antigas aventuras publicadas em Contos de Mulheres Aventureiras para Homens #41.

Descobrimos como a Princesa Amazona se tornou uma das melhores pupilas do deus Ares e a origem da essência que Diana carrega dentro de sí. Uma leitura que te leva de volta ao tempo das revistas pulp e aos primórdios dos quadrinhos, Mulher Maravilha #0 é um banquete ao saudosismo. Nota 10,0

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.