Avançar para o conteúdo principal

Liga da Justiça #09

Liga da Justiça – #09 Mix Panini (Nota: 5,5)

Liga da Justiça #9:


Começa o mais novo arco da Liga da Justiça, e com ele o novo e aterrorizador vilão: Graves.

Sem repetir a fórmula de ação ininterrupta do primeiro arco, Geoff Johns faz aqui uma edição perfeitamente equilibrada em tensão,humor e ação.


Os personagens recebem atenção especial com ótimas cenas e flashbacks que aprofundam a personalidade e a situação atual de cada herói.
E Steve Trevor mostra que não é só um cara de recados quando é o primeiro a encarar a ira de Graves.

Para a próxima edição fica a expectativa de conhecer a motivação e os poderes de Graves.



Capitão Átomo #9:

A história do Capitão Átomo segue para um caminho cada vez mais complexo. Todos os acontecimentos acabam convergindo nesta edição: o garoto Mikey, a mão de Ranita e o vulcão inexplicável em NY.

Nessa luta para salvar o planeta os Capitães Átomo precisarão enfrentar algo que desafia o próprio espaço-tempo.


O roteiro pode até não seguir diálogos e conceitos muito complexos e inteligente, mas de uma maneira um tanto quanto simples, está criando uma história realmente a altura do herói.




Liga da Justiça Internacional #9:

Quando você começa a edição vendo uma personagem contando sua história de vida e tentando provar seu valor, e em seguida sendo derrubada com um único soco, saiba:
Você está lendo a Liga da Justiça Internacional.


Logo que você vê o OMAC já da pra saber que a edição vai ser ruim de doer!
O cara tem sua revista cancelada só pra vir pra essa que vai ser cancelada em breve. Veio literalmente pra ajudar a cavar a cova dessa equipe.


A luta e os diálogos seguem de uma maneira detestável e ridícula, dá pra encontrar textos em revistas infantis mais inteligentes.

E esses vilões... Em duas páginas já da pra sentir ânsia de tão idiotas que eles são.
Eles realmente acham que esse pequeno ataque deixou a sociedade à beira de um colapso?
E ainda temos um vilão que prefere jogar video game a continuar com esses planos maléficos e patéticos.


Isso me fez perder completamente a esperança de que essa revista será algo melhor do que completamente deplorável algum dia.
E assim como o vilão "Atalho" disse: Eu prefiro jogar qualquer coisa a ler essa revista.



Crítica por: Sid

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: