Avançar para o conteúdo principal

Liga da Justiça #09

Liga da Justiça – #09 Mix Panini (Nota: 5,5)

Liga da Justiça #9:


Começa o mais novo arco da Liga da Justiça, e com ele o novo e aterrorizador vilão: Graves.

Sem repetir a fórmula de ação ininterrupta do primeiro arco, Geoff Johns faz aqui uma edição perfeitamente equilibrada em tensão,humor e ação.


Os personagens recebem atenção especial com ótimas cenas e flashbacks que aprofundam a personalidade e a situação atual de cada herói.
E Steve Trevor mostra que não é só um cara de recados quando é o primeiro a encarar a ira de Graves.

Para a próxima edição fica a expectativa de conhecer a motivação e os poderes de Graves.



Capitão Átomo #9:

A história do Capitão Átomo segue para um caminho cada vez mais complexo. Todos os acontecimentos acabam convergindo nesta edição: o garoto Mikey, a mão de Ranita e o vulcão inexplicável em NY.

Nessa luta para salvar o planeta os Capitães Átomo precisarão enfrentar algo que desafia o próprio espaço-tempo.


O roteiro pode até não seguir diálogos e conceitos muito complexos e inteligente, mas de uma maneira um tanto quanto simples, está criando uma história realmente a altura do herói.




Liga da Justiça Internacional #9:

Quando você começa a edição vendo uma personagem contando sua história de vida e tentando provar seu valor, e em seguida sendo derrubada com um único soco, saiba:
Você está lendo a Liga da Justiça Internacional.


Logo que você vê o OMAC já da pra saber que a edição vai ser ruim de doer!
O cara tem sua revista cancelada só pra vir pra essa que vai ser cancelada em breve. Veio literalmente pra ajudar a cavar a cova dessa equipe.


A luta e os diálogos seguem de uma maneira detestável e ridícula, dá pra encontrar textos em revistas infantis mais inteligentes.

E esses vilões... Em duas páginas já da pra sentir ânsia de tão idiotas que eles são.
Eles realmente acham que esse pequeno ataque deixou a sociedade à beira de um colapso?
E ainda temos um vilão que prefere jogar video game a continuar com esses planos maléficos e patéticos.


Isso me fez perder completamente a esperança de que essa revista será algo melhor do que completamente deplorável algum dia.
E assim como o vilão "Atalho" disse: Eu prefiro jogar qualquer coisa a ler essa revista.



Crítica por: Sid

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.