Avançar para o conteúdo principal

Batman #10

Batman - #10 Mix Panini  (Nota: 8,5)

Batman #10:

Após o ataque das Corujas em Gotham, Batman inicia seu contra-ataque à Corte e descobre um dos maiores e mais importantes segredos da história de sua família.


Em uma edição completamente arrebatadora, Snyder mostra que o mais incrível e chocante deste arco ainda estava por vir, e que todo o mistério e poder da Corte das Corujas só serviu para preparar o arco para este incrível confronto final.

As verdadeiras conclusões disso só descobriremos na próxima edição. Mas Bruce está muito perto de descobrir que muitas coisas de seu passado foram mentiras, e isso é irreversível para a história do herói.
Hora do troco, Corujas!




Detective Comics #10:

Detective Comics, a revista que da o nome para a DC, e teoricamente uma revista de mistérios e histórias de detetive (o meu aspecto favorito do Batman).
Mas olhando as 9 edições anteriores é possível dizer que Tony S. Daniel fez de tudo menos um real mistério nessa HQ, preferendo trabalhar com lutas e perseguições desde o começo.
O arco passado até tentou ser misterioso, mas fracassou totalmente.

Pensando nisso começa o novo arco, que já na primeira edição mostra que veio novamente para ação intensa.
É uma edição boa com desenhos competentes e roteiro fluido apesar de tudo.
O novo villão, Sr. Tóxico, parece um daqueles vilões patéticos de desenho animado.

Tenho que dizer que é terrivelmente difícil falar bem de uma revista que perdeu o seu propósito original. 
A DC já tem muitas revistas de ação, deixem Detective Comics em paz.


Batman: The Dark Knight #10:


Essa edição é um marco muito importante (para mim, pelo menos).
Durante meses eu xinguei esta revista sem nenhuma moderação. Acusando a HQ de ser uma atrocidade horrível e ser a pior HQ dos Novos 52.

Parece que atendendo as minhas súplicas Gregg Hurwitz chegou.
Tomando o roteiro da revista, o escritor que é consagrado por seus livros de gênero thriller e seu trabalho em HQ's mais adultas, Gregg surge como um verdadeiro milagre para esta revista.

Este arco começa com uma das representações mais assustadoras e impressionantes do Espantalho que eu vi nos últimos anos.
Em somente uma edição a HQ já impressiona completamente e demonstra uma profundidade imensa.

O único porém é que Finch continua nos desenhos com seus músculos enormes e expressões faciais extremamente estranhas.
Saindo do carro com segurança

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: