Avançar para o conteúdo principal

Lanterna Verde #07

Lanterna Verde - #07 Mix Panini        (Nota: 6,5)

Lanterna Verde #7:

Tivemos um bom primeiro arco de histórias, reestabelecendo o lugar de Hal e Sinestro no universo, mas apesar disso não foi um arco com real potencial de ser memorável.
Com o começo desse novo arco já conseguimos sentir o velho e incrível prazer de ler Lanterna Verde.

 
A história começa com Hal e Sinestro se enfrentando, pra variar. E quando os dois parecem chegar em um acordo, surge a Tribo Índigo para raptar Sinestro.
Os Índigos que surgiram que surgiram como misteriosos aliados na "Noite Mais Densa", aparecem aqui de uma maneira assustadora e bizarra.
Levando a crer que a compaixão da Tropa deles não é nada mais do que uma lavagem cerebral.

Um novo arco com um começo promissor e explorando os mistérios das outras Tropas. Exatamente como a revista do Lanterna Verde deve ser.

A Compaixão é cruel

Lanterna Verde - Os Novos Guardiões #7:

Essa edição dos Novos Guardões está surpreendentemente lotada de coisas acontecendo, da impressão que comprimiram uma revista de 40 páginas em somente 20.

Temos a história do Arcanjo Invictus, Larfleeze e seus planos, diálogos com Invictus, mais lutas, mais interações entre os membros da equipe e mais diálogos.
O fato é que esse Arcanjo é um ser absurdamente poderoso, mas não tão interessante. Pois sua motivação não é nada além de sua obsessão por justiça e ira cega.

A interação do grupo continua sendo o ponto forte da revista, sendo cada vez mais profunda e divertida.
Mas começo a me perguntar se esse arco não está se extendendo por tempo demais.


Tropa dos Lanternas Verdes #7:

John Stewart, o famoso Lanterna Verde do desenho da Liga da Justiça, sempre foi o menos popular entre os leitores dos quadrinhos do Lanterna.
E essa edição mostrar exatamente porque disso acontecer.

Tomado pela culpta de ter assassinado um companheiro Lanterna, John encontra a família do mesmo para cumprir seu dever moral.
Em uma história cheia de drama barato e falta de carisma, não conseguimos sentir absolutamente nada pela família do falecido nem por John.

Fico pensando como Peter J. Tomasi, o cara que ressucitou esse mesmo título a anos atrás, conseguiu afundar tanto essa revista no buraco.


Crítica por: Sid

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.