Avançar para o conteúdo principal

Flash #07

Flash #07 - mix Panini
Nota total: 6,0

Vilões presos, vilões renovados, reapresentações e uma surpresa inesperada em Flash; mudanças (péssimas) na equipe criativa de Arqueiro Verde e uma semi-conclusão com o Exterminador e sua família.





Flash #07 - Não vá para a Luz

Estourando a barreira da Força de Aceleração e causando mais um Buraco de Minhoca no meio da luta, as coisas vão sendo sugadas e Iris West é jogada pra dentro da perdição.

Lamentando o ocorrido, o Corredor Escarlate descarrega a Força residual na Esteira Cósmica melhorada por Dr. Elias e, com um teste, ele corre pra dentro de um buraco de minhoca para tentar salvar a repórter. Depois de ser preso, o Capitão Frio vai visitar sua irmã, curada com a ajuda de uma das células de energia carregada pelo próprio Flash, depois da cirurgia e esta não está nada feliz com o irmão.

Assim que Barry chega nessa outra dimensão, a energia de toda Central City volta e uma sequência de imagens de seu passado começa a passar ao seu redor. Só que no segundo seguinte, Flash está ameaçado de morte por Turbina.

Um novo vilão é colocado no caminho e se vocês perceberem, dentro do apartamento que Patty Spivot entra, tem um conjunto de flautas, que o cara logo diz não serem dele, será uma referência a Hartley Rathaway, o Flautista?

Também vale ressaltar a breve aparição de Gorilla City, durante uma página. E será Grodd ali do lado? Só espero ansioso para ver o que será feito com esse poderoso vilão do universo DC. Nota 7,5



Arqueiro Verde #07 - Ameaça Tripla parte 1: Ménage à Quatre

Que o roteiro de Arqueiro Verde nunca foi bom desde o reboot, todos sabemos. Mas a arte era aturável. Agora não, além de enfiar uma historinha pra boi dormir, pior do que o que já vinha sendo feito, eles escolhem um cara que não gosta de proporção e curte desenhar personagens em ângulos geniais...

Trigêmeas abordam Oliver quando este está conversando sozinho num telhado, ele curte as invenções das garotas e marca uma 'reunião' com elas. Depois de dar uma de louco em relação a empresa, ele parte em seu avião, junto com as três e logo tudo termina em sexo.

Como já era de se esperar, ele é nocauteado e sequestrado. Nota 4,0



Exterminador #07 - Reencontros Fatais

Essa sétima edição continua com o esquema sequencial, onde nem um intervalo é percebido entre uma publicação e outra. Slade é resgatado dos escombros e já parte pra próxima luta.

Quando ele está para ser morto por Garth, os contratantes usam um dispositivo que desliga a armadura do Detonador, deixando ambos vulneráveis (acho que essa palavra não consegue ser bem aplicada nos membros da família Wilson). Quando o casal tenta matar Slade, eles acabam morrendo numa sequência de facadas, mas mesmo assim ele toma um tiro.

Garth vê a oportunidade de matar o pai, mas ao que Slade o defendeu enquanto os contratantes iriam matar ambos, ele respeita seu pai e coloca sua espada de lado, deixando o Exterminador sangrando no meio da neve. Seria isso uma conclusão ou apenas o começo de uma nova jornada para Slade Wilson? Sem mais o que comentar, pois arte e roteiro continuam na mesma, e é só esperar até a próxima edição para que ele se recupere com seus poderes. Veremos o que o aguarda. Nota 6,0

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.