Avançar para o conteúdo principal

Batman #05

Batman - #05 Mix Panini  (Nota: 8,0)

Batman #5:

A primeira grande virada de arco finalmente começa nessa edição: Bruce foi capturado pela Corte das Corujas e terá que passar por uma das situações mais desesperadoras da sua vida.

A edição começa mostrando todos os aliados do Morcego em sua busca sem sucesso, e todos se perguntam com medo: onde está o Batman?


A narrativa insana que Snyder fez para esta revista deixa toda a saga "Batman: Descanse em Paz", do Morrison, no chinelo, elevando a tensão da edição para níveis altíssimos. 

Bruce se encontra quebrado e sem equipamentos dentro do labirinto das Corujas. E a cada nova sala que é apresenta a sanidade do personagem se esvai aos poucos. 
E com isso a sanidade do próprio leitor começa a ser afetada quando somos obrigados a girar a revista para acompanhar a jornada do Batman rumo à total loucura.
Batman acabado e doidão

Com um final de edição capaz de deixar qualquer leitor de Batman em choque,
Scott Snyder e Greg Capullo fizeram uma edição que ficará na história do Homem Morcego.


Detective Comics #5:

Primeiramente, qualquer coisa fica um pouco sem graça depois de ler a primeira revista do mix, pois o nível de qualidade é abissal.
E essa é uma edição de introduções, portanto temos três personagens apresentados sem muito conteúdo por trás:

Batman persegue um novo assassino vestido de palhaço e enfrenta a ira de uma multidão de fãs do Coringa, que acreditam que o Palhaço do Crime foi morto pelo Batman. 
Enquanto isso, a atual namorada do Bruce (é um pouco confuso quando ele está com uma garota diferente a cada revista) se infiltra no Cassino Iceberg e se arrisca nas garras do Pinguim.
E a melhor parte da edição fica com a introdução do filho do Hugo Strange na cena de Gotham, prometendo um futuro arco interessante.



Batman: The Dark Knight #5:

Apesar dessa edição continuar horrorosa, surpreendentemente, é a única legível do título desde a primeira edição do Batman.

Batman começa tendo uma luta contra o Espantalho, que é simplesmente a melhor cena do arco até agora (e não é grande coisa). Mas surpreendentemente o Batman perde para o Espantalho (sim, o Espantalho!). Com ele desacordado, o vilão injeta a toxina dos "músculos gigantes" no Homem Morcego.

A seguir temos uma cena de luta entre o Batman e o Superman que só tem como objetivo ser apelativa e tentar conseguir vendas.

Terminamos novamente com o Batman surrado e desacordado. Aliás, desde a primeira edição ele já tomou cacete do Duas Caras, do Cara de Barro, do Exterminador, do Espantalho e do Superman.
Esse Batman do Finch é um fracassado!

Crítica por: Sid

Comentários

  1. Para quem ta lendo Batman e Robin ao mesmo tempo ver aquela tensão de pai e filho, e percebe-se que eles não se dão bem.
    Nesta edição de batman toda a bat-familia o procurando, até Damian, chega fiquei, "isso é sério, porque até o Damian está procurando desesperadamente pelo pai", fiquei comovido com isso. Snyder é um dos meus preferidos da DC.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.