Avançar para o conteúdo principal

Lanterna Verde - #04

Lanterna Verde - #04 Mix Panini        (Nota: 8,0)

Lanterna Verde #4:

Essa edição já começa com duas pequenas decepções:
A destruição do Hal no final da edição passada não passava de um teleporte, e a épica luta de Sinestro contra sua tropa foi adiada indefinidamente.

Agora, com os dois Lanternas capturados pela Tropa Sinestro, eles enfrentam seus próprios demônios enquanto aguardam a derrota total.
Hal fica com o um lado inusitado, sendo mais romântico e emocional, só conseguindo pensar na Carol em sua cela de prisão. 
Já Sinestro é destinado a algo bem maior e emocionante, torturado pro sua Tropa e sendo obrigado a encarar todos os erros que cometeu com seu povo.

O fato mais curioso é que Geoff Johns aumenta cada vez mais o interesse por Sinestro e deixa Hal Jordan de lado. Será que ele realmente pretende transformar Sinestro em um grande herói da revista "Lanterna Verde"?


Lanterna Verde – Os Novos Guardiões #4:

Primeiramente, essa capa é completamente bizarra, pois o conteúdo da revista é basicamente o oposto.

Quando as novas Tropas foram criadas por Johns, eu simpatizei rapidamente por uma tropa muito peculiar formada de um "ser" só: O Agente Laranja, mais conhecido como Larflezze.
E a aparição dele nesta edição dificilmente conseguiria ser mais triunfal e divertida.

Larflezze surge literalmente como um salvador dos Novos Guadiões, enquanto enfrenta os Guardiões do Universo com ajuda de sua "Guardião-Mascote": Sayd.
A luta contra os Guardiões continua (faz tanto tempo que eu estou vendo essa luta que ta parecendo Dragon Ball Z essa revista já) e Kyle tem a sua última chance de voltar para a Tropa dos Lanternas Verdes, mas recusa essa chance e acaba escolhendo ficar ao lado de seu novo "grupo".
Larflezze Rulez!
Depois desse embate, o grupo finalmente se encontra reunido e a salvo e os membros começam a se dar "bem", apesar da Bleez ter fugido, o fato do Arkillo aceitar a ajuda do Santo Andarilho é surpreendente.
E graças a Sayd, a equipe parte em sua primeira missão buscando saber oque levou os anéis buscarem Kyle Rayner.


Tropa dos Lanternas Verdes #4:

Depois de tanta ação e raios e espadas verdes voando pelas páginas dessa revista aqui finalmente nos acalmamos um pouco e desenvolvemos mais os Lanternas Verdes e seus novos inimigos.

Enquanto John Stewart e os outros Lanternas capturados são levados para o planeta natal dos seus novos inimigos, em Oa vemos os Lanterna sobreviventes lidando com o trauma e a culpa cada um de uma maneira:
Hannu destruindo montanhas com socos (sim, montanhas), Isamot e Sheriff treinando arduamente em simulações.
Enquanto isso Guy interroga um dos misteriosos inimigos que foi capturado pela Tropa, em uma cena de interrogatório que mostra Guy Gardner como um Lanterna fiel a Tropa e extremamente raivoso.

Até que então aparece a grande surpresa da revista, o Caçador de Marte, que surge para ajudar Guy em seu interrogatório, mostrar mais sobre os Protetores (finalmente um nome pra eles!) e deixar claro a conexão dos títulos do Universo DC.


Conclusão:

Acredito que essa edição deu uma animada nos ânimos para quem estava tão desapontado com o rumo que os Lanternas Verdes tem tomado.
Mas é um fato que existe algo estranho nessa nova fase, as histórias simplesmente não conseguem cativar o leitor como as pré-reboot faziam com perfeição.


Crítica por: Sid

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Supergirl, Lanterna Vermelha

Não é de hoje que a Supergirl tem alguns problemas em controlar sua raiva e alguns sentimentos mais fortes e, de acordo com o novo escritor de Supergirl, Tony Bedard diz que Kara vai evoluir de uma adolescente cheia de raiva para uma adulta, defensora da Terra. Mas primeiro, ela tem que se livrar dessa fúria da juventude! Cuidado com os spoilers: