Avançar para o conteúdo principal

Flash #05

Flash #05      nota total: 6,7

Uhuuuul, capa original de novo, finalmente. Sempre fico feliz quando eles não usam as alternativas que muitas vezes são mais bonitas que as originais, mas no caso das do Flash, não se aplicam a essa estatística. Novo super-vilão na área e mais ameaças nas páginas do Corredor Escarlate; Muito lixo tóxico e crime passional em Arqueiro Verde e um pouco do passado do Exterminador nos é revelado.






Flash #05

Nesse quinto volume temos a conclusão do primeiro arco do homem mais rápido do mundo, nos mostrando o rumo que as ações da Oclocracia tomaram.

Presa em Iron Heights pelo apagão, logo após tentar entrevistar o Capitão Frio, Iris West é resgatada pelo velocista e entrega o recado de que os vilão vai atrás de nosso heroi.

Levado para o seu laboratório, o Dr. Elias conserta seu gerador de energia verde e arruma tudo para consertar o DNA dos clones e colocar um fim no sofrimento, só que algo sai errado e em meio a uma explosão eminente, Flash contém a destruição e como resultado, os clones não sobrevivem. Nisso, Manuel nocauteia ambos e foge, tornando-se assim um novo vilão comandante da Oclocracia.
Desafio alguém a falar que essa composição não é maravilhosa.

Depois de tudo isso, Barry encontra com seus companheiros de trabalho no local onde havia 'morrido', para mostrar que estava apenas tentando ajudar seu amigo. Logo após tudo, Flash encontra-se com Elias para receber uma terrível notícia, a cada vez que ele usa a força de aceleração, um buraco no espaço-tempo é criado, sugando qualquer coisa que esteja perto e a jogando em qualquer lugar e qualquer tempo.

Ao que parece, nas próximas edições teremos uma abordagem mais explicativa da Força de Aceleração, mostrando como ela funciona e do que é capaz, fora a possibilidade da aparição de um dos vilões mais importantes dos Flashes, o Capitão Frio. Nota 8,0


Arqueiro Verde #05

Quase expondo sua identidade secreta para sua secretária por simplesmente não trancar a p*rra da porta, Ollie entra pela janela de seu escritório após enfrentar um inimigo que nós paulistas conhecemos muito bem, o incrível trânsito metropolitano tan tan taaaaaaaaaaan.

Nos é mostrada a origem da sombra que conversava com a Rosa Sangrenta na edição anterior. Um homem transformado depois de uma explosão num monstro de lixo tóxico. Essa versão do Grundy resolve atacar o Aqueiro porque ele arranhou o braço de sua amada Rosa e depois de neutralizar TODAS as flechas da aljava do arqueirinho, ele cai pra uma onda sonora. Após deitas o grandão, o verdão é rendido com uma simples pistola pela vilã.

Nisso se resume mais uma edição de Arqueiro Verde, porradaria, diálogos fracos e secos e fim. Nota 5,0


Exterminador #05

Abrindo com uma história do passado de Slade Wilson, a introdução de seu filho Grant e seu fiel armeiro Peabody no mundo dos mercenários, a edição começa bem, mostrando até que o cara morto anteriormente era um antigo conhecido do Exterminador.

Banho de gelo para as dores nos ossos, assim que se constata que você está chegando a velhice, ou não. Bem, não é assim pra ele, hehe.

Após constatar que seu amigo fora morto por causa de um localizador na faca que estava dentro da misteriosa maleta, Peabody rastreia a localização do assassino e Slade vai pro pau. Seu inimigo acaba sendo uma versão aprimorada das armaduras que ele já tinha enfrentado anteriormente, só que muito mais fodelosa.

A luta mal começa e ja vemos Slade tomar uma surra homérica e tendo um submarino russo arremessado em sua cabeça, ao que parece, Slade fucking Wilson, o maior mercenário do mundo morre na explosão e a única coisa que sobra, é sua máscara. Nota 7,0

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.