Avançar para o conteúdo principal

Batman - #04

Batman - #04 Mix Panini                              (Nota: 7,0)

Primeiramente, desculpem-me por este atraso enorme para lançar reviews, pretendo compensar isso o mais rápido possível. 

Batman #4:

O tema desta edição é: Bruce não está preparado.
Depois de escapar por pouco da armadilha feita pela Corte das Corujas, a história tem uma pequena redução de ritmo para podermos vislumbrar mais uma pequena parte do passado de Bruce.



Grande parte da revista é uma conversa entre Bruce e Dick, com Dick sendo o lado racional e lógico sobre a ameaça da Corte, enquanto Bruce rebate com argumentos de seu próprio passado. 
Nos é revelado que o primeiro caso de detetive de Bruce não foi nada menos do que a própria Corte das Corujas. E que desde sua infância ele nunca encontrou um único vestígio da existência dela.

Com esse excesso quase absurdo de autoconfiança que Batman tem sobre sua superioridade em Gotham City, ele termina a edição caindo na armadilha da Corte, sendo obrigado a enfrentar esse temível inimigo no seu próprio ninho e de mãos vazias.

O mais interessante é que mesmo com uma edição mais parada em comparação com as outras, a profundidade da trama aumenta de maneira surpreendente. Pois não estamos mais lidando com uma organização antiga de Gotham, e sim com o próprio passado do Batman.


Detective Comics #4:

O primeiro arco da Detective Comics chega ao fim nesta edição, com muita ação e encerramentos apressados.
Mas se olharmos  para trás desde a primeira edição vemos que Tony S. Daniel conseguiu fazer um grande trabalho:
Criou o Criador de Bonecas, um vilão aterrorizante digno de se tornar grande entre os incríveis vilões do Batman.
Olívia, a garotinha psicopata que deve render muitas histórias sombrias pela frente.
E o chocante fato do Coringa ter perdido o seu rosto e desaparecido.

Por isso tudo e mais o fato do escritor estar ao lado da história épica de Scott Snyder e ainda conseguir fazer uma grande história do Batman. Tony S. Daniel merece meus parabéns.


Batman: The Dark Knight #4:

Sim! Sejam bem vindos para mais um edição maravilhosa de Batman: The Dark Knight.

Nesse número temos:
Batman lutando contra plantas gigantes!
Mulher-Maravilha esculachando nosso herói!
Gordon ficando chateado!
Alfred tomando sorvete e fazendo mais piadinhas!
Bruce ficando chateado também!
O Exterminador dando um cacete no Batman!
E tudo isso com os traços mais musculosos voluptuosos de toda DC Comics!

Você vai perder essa?

(Essa foi a minha tentativa de parar de ofender essa revista por pelo menos uma edição. Mas não tem como, ela continua horrível.)


Crítica por: Sid

Comentários

  1. Eu cheguei à conclusão que o Batman da revista Batman: The Dark Knight não é o verdadeiro Batman. Isso por um motivo, ele é um FRACASSADO. O cara perde o Flash por uma idiotice e ainda fica implorando ajuda para a Liga da Justiça porque ele não consegue capturar UM vilão meia boca sozinho.

    Não sei quanto vocês, mas não é esse o meu super herói predileto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Disse tudo meu amigo! Hahahaha
      O pior é que não basta somente fazer um Batman fracassado, mas o Finch precisa estragar todos os vilões e heróis que o Batman cruza durante a história.

      Eu ainda não consigo me conformar que esse mix do Batman tenha a melhor e a pior revista dos Novos 52, parece que a Panini fez isso por querer. Era só colocar o "Batman & Robin" aqui que seria uma revista beirando a perfeição...

      Eliminar
    2. Na verdade o contrato da Panini com a DC a obriga a publicar todos os titulos dos novos 52 aqui no Brasil. O que a obriga a publicar essas revistas "maravilhosas"

      O que eu nao entendo é como essa revista ainda nao foi cancelada nos EUA

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.