Avançar para o conteúdo principal

Novos Titãs & Superboy #03

Novos Titãs & Superboy #03        Nota total: 6,7

Novas amizades, relacionamentos conturbados e altas revelações em Novos Titãs & Superboy. Introduzindo o primeiro personagem homossexual em seu novo universo, a DC mostra que sua postura não mudou. Superboy se introduz no mundo exterior e vê que não é moleza. Kid Flash começa a se comportar como um heroi e a aparição de mais um heroi da WildStom, tudo isso nessa terceira edição!






Novos Titãs #03

Depois de escapar de sua cela na Momentum, Kid Flash se mostra um verdadeiro heroi dessa vez, resgata uma semelhante em apuros ao invés de piorar a situação toda, se bem que ele da uma mancada no meio de tudo, conseguindo colocar o toque do personagem no decorrer da ação.


Nas páginas seguintes vemos Cassie aparece interrogando Triplo, inimigo da edição anterior. Logo somos apresentados a Miguel, o Casamata, jovem super-humano que controla um tipo de matéria psiônica. Miguel encontra Robin Vermelho no interior de um vagão de trem, se passando por mendigo para levar a Rastejadora para algum lugar seguro. 

Depois da costumeira treta entre amigos, eles se juntam para combater uma ameaça maior e depois de subjugar um construto de ferro velho, Celine, a Rastreadora, acorda de seu casulo gosmento.

Parar e tirar uma aguinha do joelho, afinal, ninguém é de ferro.
Quanto a apresentação de Casamata, chamado de Bunker no original, foi bem simples. Um garoto de origem latina, escapando da monotonia e tentando ir para a cidade grande e dando pinta. Acho que o artista conseguiu incorporar a ideia no desenho e o roteirista em suas falas, porque da a entender que Miguel não é hétero  Sem mais delongas e quaisquer preconceitos, nota 6,5.


Superboy #03

Enquanto um casal de vilõesinhos douchebags aterroriza e mata as pessoas que estavam num posto de beira de estrada e continuam sua fuga amorosa, Superboy acorda de seu sono pós explosão de poderes, só que ao invés de uma caminha confortável ou de uma maca nos laboratórios da Momentum (olha ai a relação com Titãs desde o primeiro capítulo), ele acorda deitadinho no magma terrestre.

Escapando do meio do mundo, literalmente, Superboy mergulha pra fora da terra e da de cara com o casal do começo. Da um susto no namorado, pega a garota a qual sai correndo depois que uma super vilã com grandes atributos (risos) começa a 'alertar' o boy. Depois da mulher se derreter toda, ele voa de volta para a base a procura de respostas com sua ruiva e, o que acaba descobrindo é  Caitlin Fairchild, antiga integrante do Gen¹³. 

O que raios ela está fazendo aí? Isso é o que esperamos descobrir na próxima edição que só sai em novembro, enquanto isso, Superboy se prova uma revista bastante interessante com toda essa mistura de personagens, nota 7,0.

---

No final da revista, temos um texto muito interessante sobre a Mudança de Comportamento das grandes editoras quanto ao relacionamento homossexual em seus títulos, a autocensura  e todas as mudanças que ocorreram no decorrer dos anos, a leitura vale a compra.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

ESPECIAL: Constantine - Ordem de leitura!

Com tanta série vindo por aí, querer conhecer um pouco mais do que está chegando pode parecer uma boa ideia. Saiba o que ler para ter um conhecimento sobre o  mago inglês mais famoso da DC Comics e estar preparado para o que pode vir a ter na série.

Primeira Edição: a Kryptonita Rosa

Hoje vamos falar da maior fraqueza do Superman: a kriptonita. Aquela rocha saída do núcleo de Krypton, depois que tudo explodiu. A pedra uma certa radiação que faz um mal danado ao escoteiro azul. Com algumas variações, azul, vermelha, branca e dourada, a kryptonita tem uma irmã que nem todo mundo conhece.

Invasão - Por onde começar a ler X-Men

O grupo mutante X-Men é um dos maiores títulos da Marvel e sempre compete pela liderança de maior número de edições vendidas da editora e isso é um reflexo da qualidade de seus personagens e histórias.