Artistas se únem em homanagem as vítimas de Orlando

Uma coletânea com histórias inéditas será publicada para arrecadar fundos para a assistência das vítimas.

Confira as análises das publicações do Rebirth no mês de Julho!

Ainda estamos ficando em dia com as revistas, então nos diga o que estão achando de tudo!

O Crise foi na Brasil Game Show 2016!

O maior evento de videogame do Brasil contou com a presença do Crise, de novo!

[Análise] X-Men Apocalipse, a maldição do Terceiro Filme

Uns amaram, outros odiaram, confira a análise de um dos nossos redatores!

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Whedon quer Vin Diesel como Batgirl!

Depois de um mês de rumores e finalmente uma confirmação, Joss Whedon será a nova cabeça por trás da Garota Morcego, agora em seu próprio filme. No tapete vermelho de Guardiões da Galáxia Vol. 2, o futuro diretor, roteirista e produtor brincou dizendo que queria Vin Diesel como a heroína de Gotham, mas a verdade está longe disso!


"Não tenho ninguém em vista. Sinto que estou criando a personagem, conversando com ela, e então veremos quem vai se juntar a nós mais tarde. ". A escolha de elenco ainda está longe de ser feita e, para Joss, não há um nome grande em vista, "Duvido que haverá um 'nome'. Acho que isso é uma coisa onde você acha a Batgirl primeiro, e então, a escolhe. Não sou contra estrelas de cinema; elas são ótimas. Mas você precisa de alguém que vai ser perfeita."

Com essa conversa, podemos ver que Wheadon quer alguém seguir com a mesma decisão que tornou Christopher Reeve o eterno Superman e que, em partes, também ajudou na escolha de Henry Cavill para o atual papel. Mas para acabar definitivamente com qualquer especulação e pressão da mídia, o diretor fechou com chave de ouro: "E uma situação como essa, o nome carrega muito peso, então não é tão critico [para uma nova personagem como Batgirl] então... definitivamente Vin Diesel."

Whedon vai se basear nas histórias da Batgirl dos Novos 52, de 2011, onde a personagem era escrita pela roteirista Gail Simone, muito conhecida dos fãs. O filme ainda não tem uma data de lançamento.

Fonte: CBR.com
Publicado por: Cuba

sexta-feira, 31 de março de 2017

Joss Whedon e as mulheres demonizadas e estereotipadas

O título desse post parece pesado? Pois pode acreditar, é esse o intuito. Antes de começar a crítica, vamos situar o leitor: no meio dessa semana, lá pelo dia 29/03, muitos sites especializados na cobertura do mundo nerd davam como certo que Joss Whedon teria sido contratado pela Warner/DC para escrever e dirigir um filme solo da Batgirl. Enquanto muitos celebravam, outras como eu arregaçavam as mangas para expor o que de fato significa essa contratação em termos de personagens femininas demonizadas e reduzidas a esterótipos.


A história de Barbara Gordon já foi contada nos quadrinhos muitas vezes e apesar de algumas aparições desastrosas em filmes, ela ainda segue sendo uma das personagens mais queridas do universo da DC e caso seu filme se concretize de fato, será mais do que merecido. Mas afinal de contas, qual é o problema de ter o Joss Whedon como diretor? O cara não foi o criador da Buffy, a maior caçadora de vampiros que você respeita? Não foi ele quem fez os filmes de Os Vingadores, dois super sucessos de bilheteria?

Eu explico: como mulher e fã de filmes e comics, é bacana demais ver um diretor famoso como o Joss advogar em prol da causa feminista em Hollywood. Mas seria mais legal ainda se, num filme onde a protagonista é uma mulher, a direção também ficasse a cargo de uma mulher. Você sabia que, em grande parte dos filmes com protagonistas femininas, os que são dirigidos por mulheres são mais bem recebidos pelo público e pela crítica do que os dirigidos por homens? É verdade! E a Warner/DC bem que poderia seguir o seu próprio exemplo com o filme da Mulher Maravilha, dirigido pela competente Patty Jenkins e com um time de excelentes produtoras e roteiristas.



Outros pontos que não podem ser ignorados: Joss Whedon criou Buffy sim. E também criou todas as linhas narrativas que remetiam a estupro e abuso contra a própria protagonista da série e contra as outras personagens. Problemático, não? E quando ele, na direção de Os Vingadores: A Era de Ultron, demonizou completamente a personagem da Viúva Negra quando a mesma se considerou um monstro tão destruidor e terrível por não ser capaz de ter filhos? E quando, no mesmo filme, reduziu o sucesso científico e empresarial das personagens Jane Foster (uma PhD em astrofísica) e Pepper Potts (CEO inconstestável das Indústrias Stark) a uma rusga entre Thor e Tony Stark? Ah, faça-me o favor!

Esses não casos isolados em Hollywood não, ok? A própria história de Barbara Gordon como Batgirl já se viu maculada pela manpain com o arco A Piada Mortal, no qual a personagem, depois de um affair sem sucesso com o Homem-Morcego, leva um tiro do Coringa e acapa estuprada pelo mesmo, tudo isso para forçar o Batman a agir contra o vilão. Caso os rumores se concretizem de fato e o filme solo da Batgirl chegue mesmo aos cinemas, minha esperança é que não tenhamos mulheres demonizadas e nem reduzidas a estereótipos. E muito menos usadas como escadas para o desenvolvimento dos personagens masculinos. Acho que isso não é pedir demais. E vocês? O que acham?

quinta-feira, 23 de março de 2017

James Gunn divulga novos posteres de Guardiões vol. 2

Depois de nos surpreender com um dos melhores filmes da Marvel, com heróis do catálogo C, James Gunn está montando sua continuação e fazendo crescer a alegria dos fãs. Em sua conta no Twitter, o diretor do longa divulgou mais uma série de posteres das personagens, confira.

terça-feira, 14 de março de 2017

'O Contrato de Judas' já tem sua data de lançamento


O mais novo filme do universo animado da DC Comics é a adaptação do quadrinho homônimo, O Contrato de Judas, dos Jovens Titãs e agora sabemos que sua estréia vai acontecer ainda esse ano, na WonderCon Anaheim.

domingo, 12 de março de 2017

[Análise] Samurai Jack S5 E01: XCII


Samurai Jack voltou! Provavelmente a série animada ocidental mais esperada dos últimos tempos; o guerreiro do passado faz sua estreia fenomenal no Adult Swim, marcando não somente o retorno de um dos maiores ícones do Cartoon Network mas também do diretor Genndy Tartakosvky à TV. Vem ver o que achamos do episódio!

quarta-feira, 8 de março de 2017

EDITORIAL | As mulheres e os quadrinhos


Hoje em dia é difícil negar que uma das partes quintessenciais da indústria dos quadrinhos - nacional e internacional - é o trabalho empenhado pelas mulheres nas revistas e gibis. Autoras e desenhistas de grandes títulos; o empenho delas trouxe drásticas mudanças e até mesmo revoluções na forma que se faz e se consome quadrinhos. Hoje, oito de Março, é um dia marcante, que nos faz lembrar da importância da mulher. Importância esta muito ignorada, jogada pra baixo e diminuída. 

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Liga da Justiça ganha nova sinopse


A atriz Gal Gadot adiantou há alguns dias que havia que havia a possibilidade do teaser trailer de Liga da Justiça ser divulgado em breve, mas enquanto isso não acontece, a Warner Bros liberou nova sinopse oficial do filme. Nela, temos a confirmação que o vilão Lobo da Estepe realmente está em busca das três Caixas Maternas. Confira:

Seguido da morte de Superman (Henry Cavill) pelas mãos do Apocalypse em Batman vs Superman, Batman (Ben Affleck) reavalia seus métodos extremos e inicia a busca por outros heróis para formar uma equipe que será responsável pela defesa da Terra. Ao lado da Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Batman recruta Victor Stone (Ray Fisher), o Ciborgue, o velocista Flash (Ezra Miller), e Aquaman (Jason Momoa), o Rei de Atlântida. Eles terão de enfrentar o Lobo da Estepe (Ciaran Hinds), um guerreiro e segundo em comando do exército de Darkseid. Sua missão é recuperar as três Caixas Maternas escondidas na Terra.

Liga da Justiça chega aos cinemas em 16 de novembro no Brasil, com direção de Zack Snyder. O elenco até o momento tem Henry Cavill como Superman, Ben Affleck como Batman, Gal Gadot com Mulher-Maravilha, Ezra Miller como Flash, Jason Momoa como Aquaman, Ray Fisher como Ciborgue, Amber Heard como Mera e Ciaran Hinds como Lobo da Estepe.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Super Bowl LI: o que rolou

Ontem à noite, milhões de pessoas sintonizaram suas TVs no Super Bowl LI – um jogo que vai entrar para a história como um dos maiores retornos na história do futebol americano. Mesmo o espectador mais casual não deixou de se impressionar com a forma como o time do New England Patriots deu a volta por cima depois de ficar atrás no placar contra o Atlanta Falcons.

Mas é claro, tradicionalmente todos os anos, fangirls e fanboys ligam suas TVs para  terem um vislumbre especial de alguns dos lançamentos mais aguardados do ano. Felizmente, 2017 será recheado de boas atrações para a galera fã de cinema. E nós não poderíamos deixar de listar os nossos favoritos que foram ao ar ontem:













Infelizmente não foi dessa vez que a galera pôde ver cenas de Mulher Maravilha ou de Star Wars - Episode VIII: The Last Jedi, mas certamente oportunidades não vão faltar! E vocês, pessoal? Qual foi o spot preferido de vocês? Comentem aí abaixo! 

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Aberta ao público, Cuba terá sua primeira Comic Con

Guerra Fria, embargos econômicos, hotéis paradisíacos, charutos artesanais, Cuba é conhecida por muitas coisas, mas sempre foi deixada de lado nos quadrinhos, porém, a ilha terá sua primeira convenção do tema e, ainda por cima, totalmente gratuita.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

'Duet': detalhes e data para o musical de Flash e Supergirl

É isso mesmo, o sonho de longa data dos fãs de The Flash e Supergirl está cada vez mais perto! Segundo a Entertainment Weekly, os episódios especiais irão ao ar em março desse ano, tendo sua primeira parte na série da Moça de Aço, mas quem vai se juntar a dupla nesse evento?

O Limite: revisitando "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge"

Estamos, hoje em dia, em um mundo aonde os filmes de super heróis entopem as salas de cinema e conseguem bilhões em bilheterias por solidificar uma fórmula que rende dinheiro. Enquanto a Marvel faz sucesso em cima daquilo apresentado anos atrás com Iron Man; a DC segue um tom próximo daquilo que foi a trilogia do Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan. Filmes estes que são relembrados com muito amor, que acaba fazendo os fãs esquecerem do fiasco que foi o último capítulo da série.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Shazam! será dividido em dois filmes

Depois de confirmar Dwayne The Rock Johnson como o Adão Negro, um dos maiores e mais fortes vilões do Capitão Marvel, as notícias do filme entraram num grande hiato, mas o site Heroic Hollywood acaba de trazer mais informações sobre a adaptação.

Segundo as informações de Borys Kit, o primeiro filme não terá Adão Negro, provavelmente focando na origem de Shazam com o Mago. No entanto, o vilão pode aparecer como cameo em Aquaman, já agora em 2017, mas sem confirmações.

Esse segundo filme, de acordo com o site, seria um spin off com Dwayne interpretando o vilão. Essas notícias chegam depois de uma reunião que o ator teve com os produtores e Geoff Johns, nos escritórios de Burbank.



Publicado por: Rodrigo Castello
Fonte: Hollywood Reporter & Twitter

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Crossover Planeta dos Macacos/Lanterna Verde' ganha capas sensacionais


Planeta dos Macacos e a Tropa dos Lanternas Verdes finalmente se encontrarão nesse crossover da DC Comics com a BOOM!Studios e, como já é costume, suas capas alternativas já estão sendo divulgadas por aí, confira as cinco novas e seus diferentes estilos:

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Precisamos falar sobre A-Force

Nos quadrinhos da Marvel nós já vimos inúmeras formações de heróis: X-Men, Vingadores, Defensores, Inumanos... Suas histórias receberam críticas positivas e são queridas pelos fãs. Porém, recentemente, uma nova formação, completamente diferente das anteriores chegou ao universo Marvel e mal se lê ou se ouve falar dela. Trata-se da A-Force, uma nova versão dos Vingadores, composta somente por mulheres.



Roteirizada pelas escritoras G. Willow Wilson e Marguerite Bennett e desenhada pelo artista Jorge Molina, a equipe apareceu pela primeira vez como parte de um universo alternativo durante o arco "Secret Wars", mas depois ressurgiu na continuidade primária da Marvel. Liderada por She-Hulk,  a A-Force inicialmente é composta por Dazzler, Medusa, Nico Minoru e Singularity, uma nova heróina cósmica, mas com muito mais personagens.



É justamente essa união de heróinas que faz A-Force tão digna de menção e reconhecimento. Não se trata de uma história em que as mulheres estão apenas preenchendo algumas lacunas até os Vingadores normais retornarem! Assim como Thor é uma mulher e o Capitão América é negro, A-Force é oficialmente uma das novas formações de Vingadores, sendo talvez a mais diversa!

G. Willow Wilson explica que A-Force é uma oportunidade para unir pessoas que normalmente não teriam razão para interagir umas com as outras em uma equipe, e que na história, ninguém é tão subjugada que fica chata e ninguém é tão fraca que precisa ser salva o tempo todo. Todavia, o maior diferencial da história, o que a faz importantíssima na discussão sobre diversidade nos quadrinhos, é a presença da personagem Singularity.

Singularity não é humana, ela é um universo próprio que adquiriu consciência e possui gênero fluido, optando se mostrar mulher durante o desenrolar de A-Force. Sua existência é tão diferente da nossa que ela realmente tem que aprender sobre o nosso conceito de indivíduo e sobre como ter uma identidade independente. Wilson também afirmou que Singularity pode agir como um mundo inteiro dentro de si mesma e também pode se mover entre diferentes mundos e dimensões, como dar um passeio, então ela tem acesso a todos os cantos do universo Marvel de uma forma que outros personagens não.

Além de dar destaque à personagens femininas da Marvel que normalmente são relegadas à função de secundárias/alívio cômico em outras histórias, A-Force trata das relações entre heróinas e trabalha a estrutura de poder na equipe como nenhuma outra HQ de equipes faz. Essa é sua força! Num mar de histórias dominadas por personagens masculinos, A-Force rompe o paradigma e desconstrói estereótipos não só com relação às integrantes do time mas também no que diz respeito a gênero e identidade.

sábado, 12 de novembro de 2016

Crepax, bife à milanesa e Valentina.


Começarei meu texto de hoje com um vibrante e alegre: Ciao! Diretamente vindo da Itália (ou da Mooca, que é a nossa versão brasileira) e, neste caso, especificamente, com sotaque de Milão. Adotei a expressão porque hoje falarei um pouco sobre uma das coisas mais interessantes que nasceram nesta cidade, e não, não estou falando sobre o bife à milanesa. Falarei sobre criador e criatura, ilustrador e personagem, Guido Crepax e Valentina!