Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

O herói que precisamos

Até os super-heróis envelhecem. E na série Raio Negro, vemos o próprio protagonista dizer que está ficando velho demais para isso, após uma intensa batalha. Para muitas histórias em quadrinhos, o envelhecimento de seus personagens seria vista como um problema, um obstáculo ao desenvolvimento da narrativa, mas nesta nova série da CW, o passar dos anos presenteia o público com uma atuação refrescante do lutador do crime afro-americano conhecido como Raio Negro, criado pela primeira vez em 1977.
Sua versão televisiva sob o comando de Greg Berlanti – que supervisiona o universo heróico do canal que conta com Arrow, The Flash e Supergirl em sua programação – é uma história mais densa, cujo foco não está no humor ou no fantástico. Cress Williams dá vida ao personagem principal cujos poderes se conectam com a eletricidade. Todavia, no primeiro episódio da série, sabe-se que o herói Raio Negro desapareceu e muitos acreditam até que ele está morto. Isso nos leva à pergunta: se o combatente do…
Mensagens recentes

A maldição de Gambit?

Contratempos na produção de filmes de super-heróis não são nada de novo para Hollywood, mas os problemas que envolvem o longa solo do personagem Gambit já podem entrar para história, depois do filme ter perdido seu terceiro diretor. O site Deadline confirmou recentemente que Gore Verbinski, que havia sido anunciado na direção em outubro, deixou o projeto citando conflitos de agenda. Mas a saída de Verbinski parece ter jogado um balde da água fria no andamento do filme, que deveria começar a ser filmado em março de 2018. Como resultado, a Fox empurrou a data de lançamento do filme para algum ponto entre fevereiro a junho de 2019.



Verbinski foi o terceiro diretor elencado para o spin-off, que foi anunciado num distante 2014, tendo sua data de lançamento estipulada para outubro de 2016. Rupert Wyatt, diretor da recente trilogia do Planeta dos Macacos, foi o primeiro que assinou para dirigir o filme no início de 2015, quando a atriz francesa Léa Seydoux teria sido contratada para um pape…

As maiores bilheterias cinematográficas de 2017 e o que esperar em 2018

Nos últimos anos, a indústria de Hollywood vem enfrentando críticas sobre o sexismo não só em seus filmes como também nos bastidores de suas produções cinematográficas. Isso se deve a anos de exploração do argumento "filmes protagonizados por mulheres não dão dinheiro" e durante muito tempo, de fato se acreditou nisso devido ao fracasso de bilheteria de longas como Mulher Gato e Elektra
Entretando, esse argumento passou a não se sustentar mais em 2017, o que reacendeu o debate sobre o protagonismo feminino nos filmes de maior arrecadação do ano: nos Estados Unidos, os três longa-metragens campeões de bilheteria têm mulheres no foco de suas narrativas. São eles: Star Wars: Os Últimos Jedi, que faturou US$ 533 milhões; A Bela e a Fera, arrecadando US$ 504 milhões; seguidos por Mulher-Maravilha, que fez US$ 412,6 milhões no último ano. 

Os dados, divulgados por uma reportagem do jornal The New York Times, ainda acrescentam que a comédia americana com maior bilheteria foi Via…

Gal Gadot, as amazonas e a exploração das mulheres no DCEU

Nos últimos meses, dezenas de mulheres e homens vêm denunciando assédios sexuais, abusos e outros incidentes sofridos nas mãos de diretores, produtores, atores e poderosos de Hollywood. Alguns dos relatos datam de décadas atrás enquanto outros são bastante recentes. Num dos casos que chamou a atenção da mídia, o produtor e diretor Brett Ratner, responsável por obras como O regresso e X-Men: O Confronto Final, e mais recentemente, Mulher- Maravilha, foi acusado por seis mulheres de assédio sexual. Entre as vítimas estão as atrizes Olivia Munn e Natasha Henstridge, que detalharam suas experiências com Ratner ao "Los Angeles Times". 
Segundo Olivia, Ratner teria se masturbado em sua frente no set de gravações do filme Before, During and After the Sunset, de 2005. Em 2010, ela já havia citado o caso, mas não revelou o nome de Ratner. Já Natasha afirmou que o produtor, de 48 anos, a teria forçado a fazer sexo oral. Na época, ela tinha 19 e trabalhava como modelo. Ciente das viol…

Dias Sombrios: A Moldagem #1 e Noites Sombrias: O Metal #1 | Análise

É impossível fazer uma resenha da Moldagem sem vir junto com o Metal. Os Dias Sombrios terminam dando início às Noites Sombrias em um evento de proporções inimagináveis, que faz tudo anteriormente parecer menor e menos expressivo - incluindo Ponto de Ignição e Convergência. Aqui, no Crise, analisaremos aquilo que deve estar junto por natureza. A Moldagem e o Metal!

A criação da Mulher Maravilha vai virar filme biográfico

Anunciado nas comemorações de aniversário de 75 anos da Mulher Maravilha, o longa metragem intitulado Professor Marston And The Wonder Women (Professor Marston e as Mulheres Maravilha, em tradução livre), vai contar a história da criação de uma das mais icônicas personagens da história das histórias em quadrinho.



Apesar de ser uma co-criação entre Marston, Elizabeth Holloway e Olive Byrne, o filme leva apenas o pseudônimo do autor e a referência as mulheres que, não só o inspiraram na criação, mas também tiveram papel importante no desenvolvimento da personagem.

Nos resta saber se o foco será realmente nos três ou se apenas Marston será o protagonista, já que o título, apesar da jogada de palavras, não refletiu uma boa escolha para a história.

Dirigido e escrito por Angela Robinson, de Trueblood e L World, o filme contará com as estrelas Luke Evans (Marston), Rebecca Hall (Elizabeth Marston) e Bella Heathcote (Olive Byrne), interpretando as três mentes por trás da criação.

Fonte: CBR…

Ator confirma teoria de fãs em "Mulher Maravilha"

Faz quase um mês que Mulher Maravilha estreou nos cinemas, mas o fervor sobre o filme ainda está longe de acabar. O longa atingiu recentemente a marca de US$ 300 milhões na bilheteria doméstica, apenas deixando claro o seu alcance imparável. E, agora, uma das estrelas do filme colocou mais lenha na fogueira sobre a Mulher Maravilha confirmando uma teoria de fãs bastante popular.
Em sua conta no Twitter, o ator Eugene Brave Rock aparentemente confirmou uma teoria proposta pelos fãs sobre seu personagem, o Chief. Infelizmente, o personagem não teve sua história explorada a fundo no filme, mas a Mulher Maravilha aceitou Chief como parte de sua comitiva quando Steve Trevor a levou até a linha de frente da Primeira Guerra Mundial. Quando Diana conheceu o Chief, ambos conversaram brevemente no dialeto Blackfoot, e a tradução dessa conversa inspirou a criação de uma teoria sobre o contrabandista.


Enquanto Diana e Chief conversam, o resto de sua equipe e até os espectadores ficaram fora de p…